ate-onde-deu-pra-ir-de-bicicleta-cicloturismo-04

Cicloturismo: Belo Horizonte – Jaboticatubas (relato)

Aproveitei a empolgação de um ano de blog e domingo fui fazer um baita pedal. Pedalei 150km, incluindo nesse percurso uma pequena cicloviagem até Jaboticatubas, a 65km de BH. Deixo o post sobre pedaladas longas pra depois, e agora me dedico aos 65km desse passeio bem bacana.

Saí as 5:45 da manhã. Escolhi ir pela Via 240, uma estrada que inicia na Av. Cristiano Machado, na altura da estação de metrô de São Gabriel. A Avenida emenda com a rodovia MG-20, e bastou seguir na estrada para chegar em Santa Luzia (+-30km de BH).

O sol nascendo e a neblina entre BH e Santa Luzia

Em Santa Luzia vale uma passada pelo centro histórico, que inclusive é parte do caminho para Jaboticatubas. Basta seguir as placas, que aparecem com frequência.

Em Santa Luzia, a Casa do Centro de Artesanato…

…e a Capela do Bonfim, no centro histórico.

A saída de Santa Luzia para Jaboticatubas também é feita pela MG-20. Aí é o percurso mais bonito da viagem. A estrada fica com cara de estrada (de BH para Santa Luzia as cidades praticamentes se emendam), aparecem fazendas, lagos e as montanhas bonitas de Minas. São mais 33 Km de estrada até chegar em Jaboticatubas. A cidade faz parte do Circuito Estrada Real e da Serra do Cipó. Abaixo um vídeo com uma volta pela pracinha no centro da cidade, e algumas fotos.

Conheça o TV Até Onde, nosso canal de videos no Youtube!

Joelma no portal da pracinha de “Jabo”

A igreja da cidade…

… e a padroeira, Virgem Maria, homenageada na praça.

Dicas sobre o passeio:

  • O percurso é todo em asfalto, e  a única parte com acostamento é o trecho BH- Santa Luzia (inclusive com alguns trechos da rodovia em obras). O trecho Santa Luzia – Jaboticatubas demanda um cuidado redobrado, pois não possui acostamento e ainda tem um trecho em obras onde está funcionando apenas uma pista. Por outro lado, a rodovia (MG 20) é pouco movimentada.
  • Não utilizo GPS, mas tive a impressão de um percurso relativamente equilibrado entre subidas e descidas. Fui e voltei com a mesma média de velocidade (20km).

Quer ver um pouco mais? Clique aqui e veja mais fotos desse belo passeio.

Gosta de cicloturismo? Clique aqui e veja outros relatos de viagem!




There are 7 comments

Add yours
  1. Ju Reis

    Ei
    O nome do teu blog tem me inquitado ultimamente. Calma, não é nada pessoal Andre 🙂
    Mas eu fico pensando até onde a minha bike pode me levar ou até onde eu posso levar minha bicicleta. E fico com altos planos, quase delirios hahaha
    Já comentei em um dos meus post que as conversas com amigos de pedais fico assim. Com uma baita pulga atras da orelha, pq eles inquietam com as ideias e fazendo que eu vá atras dos meus sonhos.
    Pronto é isso. risos

  2. Barba

    Salve salve irmão.. na paz?
    Mto bacana o post. O caminho parece ser mto bonito.
    abração.
    paz e bem

  3. SIDNEI SOUZA

    Olá pessoal,
    Eu adiquirir um quadro merida HFS TM 20 e eu tenho 1,76m de altura, estou cintindo desconfortavel acho ela grande, a altura do local que coloca o canote p/ o central do pé de vela é alto, e o tubo que vem da frente da bike p/ o tudo que pega no canote está alto, já fis um ajuste na mesa e no selim,
    Porfavor, preciso de uma ajuda p/ resolver esse problema do meu quadro, pos estou tendo problema com o TM do quadro, estou com dores nas costas e no ombro, quando acabo o pedal tenho que fazer uma serie de alogamento com um fisioterapeuta.
    Gostaria de saber se alguem conhece alguma pessoa ou empresa que faça modificação em quadro de bike, caso conheça, por favor avise, passe o e-mail ou tel.
    desde já, muito grato
    Sds,
    Sidnei Souza.

  4. André

    Sidnei
    Acho complicado o problema do quadro muito grande, dificil falar sem ver. O que você pode tentar é deixar o selim bem baixo, e tentar uma mesa regulável, pra te deixar numa posição mais confortável. De acordo com sua altura esse quadro deveria ser bom. Sugiro que dê uma olhada nas regulagens neste link aqui: http://www.escoladebicicleta.com.br/

    Um abraço

  5. fernando (cabelo)

    i aí blza sou de bh mesmo estou precisando pedalar tenho uns amigos que semper estava juntos na pedalada mas oscaras estao meio desanimados gostaria de saber se vcs se reune para pedalar to muito afim de pedalar com novos amigos valeu um abraço pra vc e sua galera !!

  6. André

    Olá Fernando
    Bom, tenho um amigo que pedala comigo, mas tem um tempo que não pedalamos juntos. Quando não tenho companhia (a maioria das vezes) pedalo sozinho mesmo. Mas se quiser pedalar com uma galera sugiro o RUT’s (rolé urbano das terças) com a galera do Mountains BIke BH. Eles se reúnem por voltta da 19:00hs em frente ao Café do Sol, na Contorno.
    Tem uma galera que se reúne também aos domingos pela manhã aqui na Andradas pra dar umas voltas.

    Um abraço, boas pedaladas!


Post a new comment