Exif_JPEG_422

Cicloturismo: de Curitiba a Barra Velha (SC)

Por Dieter Lichtblau

Tudo começou fim de ano de 2014. Sempre fazemos férias em Barra Velha, SC a 171km pela BR376/101. Transito terrível nesta época. Ao juntar as tralhas para levar em uma Ecosport, faltou lugar, sabe, família, bike, violão e mais todas as outra coisas. Bom, o que fazer? Falta lugar no carro (que não é dos pequenos).

Vou de bike mas, pela rodovia é muito perigoso então, fiz uma trilha alternativa aproveitando todos os trechos de estrada de chão como todo ciclista MTB gosta. Fiz várias trilhas longas e gosto de passar o dia pedalando. Já tinha feito 183km que foi meu recorde de Curitiba a Antonina em um dia com a Serra da Graciosa para a volta… dureza, mas o prazer de atingir uma meta é maior.

Quando terminei a trilha no GPS tomei um susto, 244km para um dia? Será que consigo? Bom, sozinho é perigoso para esta trilha que tem trechos sem comunicação. Dai lembrei de um amigo para aventuras insanas como cruzar os Andes, Machu Pichu, pedais longos, cruzar os Campos do Quiriri (42km em 2 dias) e outras insanidades de trekking e bike. Liguei para o Laercio Liebl e ele topou na hora. Tem gente insana como eu no mundo, me deixa mais tranquilo, não sou o único.

No outro dia ele me ligou para se certificar de que não estava de brincadeira. Não estava. Tremeu na base. Eu com 51 anos e Laercio com 42. Começamos a aventura as 6h30 do dia 20/12/2014, descemos a BR277 até a entrada de Morretes, daí para frente estrada de chão pela estrada da Limeira, 60km de estrada dura de terra, serrinha, um calor escaldante até Garuva, já em Santa Catarina.

barra velha

De Curitiba a Barra Velha (SC). Foto: acervo pessoal Dieter Lichtblau

Chegamos por volta das 13h mortos de fome. Em uma lanchonete paramos para comer e nos hidratar, 3 litros de refrigerante… que calor! Bom, sabíamos que tínhamos um longo caminho e não era correndo como doidos que chegaríamos. Tínhamos que fazer um passeio usando a cabeça. Usando as energias com cautela foi o segredo de nosso sucesso. Ficamos nesta lanchonete por 1h 1/2. Até para um cochilo. Foi o bastante para nos recompormos.

Seguimos pelo interior, na estrada Bonita, Beirando a BR101 até Pirabeiraba em Joinville. Mais uma parada, comida e descanso. Seguimos pelo interior de Joinville pela estrada da Ilha, me lembro desta estrada quando estudava lá que era de terra, hoje asfaltada. Atravessamos a cidade de Joinville inteirinha, de norte a sul, saindo no Bairro Itaum, bem ao sul pela estrada do morro. Lugar interessante no meio de uma fazenda de Búfalos. Saímos na BR280 que leva a São Francisco do Sul e Barra do Sul, nosso objetivo seguinte. Já tínhamos quebrado nossos recordes, inclusive o do Laercio que era de 171km. São 9km pela BR até a entrada para Barra do Sul, agora já é noite. Passava das 20h30 e paramos mais uma vez, descansar, comer e beber. Com luzes potentes, encaramos a estrada novamente. Não sei o que tinha naquele refrigerante que o Laercio tomou mas, ele começou a puxar media de 32km/h. Aquela altura era pra estarmos exaustos mas, estávamos acreditando que poderíamos chegar bem. O ânimo e o otimismo tomou conta. Cansados sim mas, desanimados… nem pensávamos nisto.

Em barra do Sul mais uma parada. Um belo sanduiche, daqueles X-tudo. agora são mais 32km de estrada de chão, na verdade areia mas, de novo, não sei o que tinha aquele refrigerante, Estávamos fazendo média de 24km/h e tranquilos. Chegamos em Barra Velha as 23h30. Gastamos 17h para percorrer 244km, chegamos falando, bom sinal. Além do belo passeio, aprendemos que nossos corpos podem superar bem mais do que sabemos. Usando nossas forças com cautela e não abusando do corpo podemos chegar lá. Tanto eu como o Laercio temos alimentação e vida saudável e regrada, não nos privamos de nada mas, não exageramos em nada também. Isto serve de exemplo para qualquer um que quer começar a pedalar ou já pedala e quer fazer mais.


ATÉ ONDE VOCÊ FOI É O MAIOR BANCO DE HISTÓRIAS E EXPERIÊNCIAS SOBRE A BICICLETA E O CICLISMO DA INTERNET BRASILEIRA. PARA CONHECER O PROJETO, ENVIAR A SUA HISTÓRIA E CONCORRER A PRÊMIOS BASTA CLICAR AQUI





There are no comments

Add yours