dsc_0001

Cicloturismo: de Franca (SP) a Macaúbas (MG)

Por Denis Ferreira de Souza

Minha última aventura começou as 5 horas da madrugada de 1 de janeiro 2015. Tenho várias outras aventuras que compartilharei mais adiante. Nessa última, saí de Franca, São Paulo e pedalei com destino a Macaúbas (distrito de Capitólio, MG).

Meu objetivo era pedalar os 190 Km até Macaúbas, dormir na casa de uns amigos e voltar pedalando no dia 2, num total de quase 400 Km. Meus apetrechos e equipamentos: Bicicleta GT Karakoram Elite, aro 29, 27 velocidades, freio hidráulico com pneu slick; Duas pochetes que improvisei acoplando-as no próprio guidão da bike. Uma com apetrechos da bike e alguns pessoais – 1 câmera de ar, bomba, remendo, cola, acessórios para troca de pneus, cabos de aço, multi funcional de ferramentas portátil, protetor solar, lanterna, par de chinelos e a outra pochete com uma bermuda, camiseta, cueca, meia, 4 barras Whey bar low carb, isotônico concentrado em pastilhas, 20 capsulas de BCAA, celular, carregador; mochila de hidratação com capacidade de 1 litro e meio e, no própria mochila levei cerca de 400 gramas de Maltodextrina; caraminhola térmica com capacidade de meio litro; um pequeno bag no selim levando alguns itens de higiene pessoal – escova dentes, creme dental, shampoo e pomada para assaduras. Usei calça longa, camiseta com manga curta e manguito, sapatilhas com travas, capacete, luvas inteiras e óculos solar.

Franca

Foto: acervo pessoal Denis Ferreira de Souza

Pedalei cerca de 12 Km, ainda no escuro, e parei no início da Rodovia Ronan Rocha para fazer meu primeiro alongamento. Passei pela entrada de Patrocínio Paulista, Itirapuã (Rodovia Ronan Rocha), estrada bem pavimentada e sinalizada. Trecho bem tranquilo e com muitas descidas. Passados 10 Km cheguei na divisa com Minas Gerais e a estrada já começa a perder qualidade. Chego em Capetinga, descendo uma serra bem longa e sinuosa nos trechos iniciais da descida. Por enquanto o trajeto está tranquilo e sem desgastes maiores. O movimento na estrada está bem parado, em vista do horário e de ser o primeiro dia do ano.

A partir de Capetinga, as subidas vão se tornando mais acentuadas e a estrada já vai perdendo um gradativamente a qualidade. Nada que possa comprometer, mas nota-se uma sensível diferença. Chego em Cássia (cerca de 60 Km) as 8:20 horas e já faço minha primeira parada para repor estoque de água e alongar novamente (cerca de 15 minutos). De Cássia sigo direto até Passos, sem paradas longas, somente para tomar BCAA, misturar a Malto na água e logicamente “tirar água do joelho”.

Chegando em Passos, cerca de 11:30 horas, almocei no Restaurante Laçador (muito bom o almoço – dei preferência para as carnes, ovos cozidos, macarronada com queijo. Fiquei cerca de uma hora, repus o estoque de água e toquei para frente. O calor já estava bem forte, e o trecho já estava ficando bem mais dificultoso. O movimento na estrada já estava bem mais intenso. Minha próxima parada para repor a água foi em um posto de combustível antes da ponte das Furnas. Da ponte em diante, o negócio foi ficando mais “estreito”, muita subida! Veio uma chuva forte, que durou cerca de 30 minutos e pedalei assim mesmo (já estava prevendo isso, tinha sacolinhas plásticas já acondicionas nas pochetes). Em compensação, lugar MARAVILHOSO! Muita serra, muitas cachoeiras, o Rio Grande sendo avistado a todo o momento.

Fiz algumas breves paradas para filmar e pedalei até chegar em Capitólio, onde cheguei às 17:10 horas. Comuniquei minha chegada pra minha esposa e peguei uma estrada de terra até Macaúbas (cerca de 8 Km adiante). Cheguei em Macaúbas antes das 18 horas. Passei momentos de descontração e descanso, jantei, fui dormir cerca de 23:30 horas e acordei às 5:15 horas.

Saí de Macaúbas as 6:10 horas para retornar no mesmo trajeto. Logicamente sabia que o rendimento não seria o mesmo, porém achava que estaria mais descansado no trecho mais difícil que seria atá Passos. A questão foi que o calor estava bem mais intenso. À princípio, tinha programado o almoço para mais adiante de Passos, achava que seria perto de Cássia. Porém, não teve como. Acabei almoçando em Passos (cheguei por volta das 11:45 horas e fiquei até quase 13:00 horas). O problema é que estava o sol a pino e teria que pedalar mais 130 Km!

Meu estoque de água mal deu para pedalar mais 18 Km que separavam Passos de Itaú de Minas. Tive que parar novamente e tentar achar um lugar mais barato pra comprar água. Andei à toa! Acabei tendo que retornar a estrada e parar num posto de combustível mesmo. Na minha previsão, teria que chegar em Cássia pelo menos até às 15 horas para não correr o risco de voltar no escuro pra Franca (Já tinha feito o trajeto Franca – Cássia – Franca tempos atrás e tinha levado 4 horas pra voltar). O problema é que acabei chegando 17 horas em Cássia!

Parei num posto, abasteci a água, comi minha última barrinha (havia programado 2 por dia) e fui pedalar já sabendo que teria que enfrentar a estrada à noite. Tinha que tentar chegar até perto de Patrocínio Paulista até as 20:00 horas, senão teria que pedir pra alguém me buscar. Fui que fui, minha malto já estava no fim e minha falha em não comer alguma coisa em Cássia foi um ponto negativo na viagem. Não foi fácil. O sol já não estava mais afetando muito. Mas tinha de enfrentar 2 longas serras (Capetinga e a subida de Patrocínio). Após a serra de Capetinga, muito desgastante, mais algumas subidas para enfim pegar um trecho com algumas boas descidas. E como havia planejado em Cássia, conseguir chegar onde queria com a luz do dia.

Por volta das 20 horas iniciei a última subida em Patrocínio (minha lanterna estava muito boa, piscando para facilitar a visualização dos motoristas) e com muito custo, cansado e já com fome, cheguei em minha casa às 22:00! 16 horas depois de sair de Macaúbas!

E é isso aí! 383 km, 24 horas de pedal e muitas calorias gastas! Valeu pessoal! Obrigado pelo espaço cedido para compartilhar minha grande aventura! Abraços!


ATÉ ONDE VOCÊ FOI É O MAIOR BANCO DE HISTÓRIAS E EXPERIÊNCIAS SOBRE A BICICLETA E O CICLISMO DA INTERNET BRASILEIRA. PARA CONHECER O PROJETO, ENVIAR A SUA HISTÓRIA E CONCORRER A PRÊMIOS BASTA CLICAR AQUI





There are no comments

Add yours