ate-onde-deu-pra-ir-de-bicicleta-cicloturismo-puglia-italia-02

Cicloturismo na Puglia – Itália. Dia 2: de Alberobello a Ostuni

Esse post faz parte da série Cicloturismo na Puglia – Itália. Foram 8 dias de pedaladas pela região da Puglia, a convite da Italy Bike Tour. Para conhecer o roteiro completo da viagem clique aqui.

Dia 02 – de Alberobello a Ostuni

Iniciamos nossa viagem por volta das 9:30 da manhã. Pedalamos novamente até Alberobello, onde ficamos um tempo passeando, tirando fotos, e visitamos o Museu do Trullo.
O museu é bem legal, explica sobre as construções típicas da cidade, os trullos. A região de Alberobello era antes uma floresta, e os primeiros habitantes da região construíram os trullos, casas de pedra que abrigavam as ferramentas e objetos de trabalho dos agricultores. Com o tempo, essas construções se tornaram moradia dos trabalhadores,  e a cidade foi se formando com esse tipo de arquitetura.

Alberobello e suas construções típicas, os trullos. Foto: André Schetino.

Alberobello e suas construções típicas, os trullos. Foto: André Schetino.

Eu e Felippo (na bike) em Alberobello

Eu e Felippo (na bike) em Alberobello

De Alberobello seguimos para a cidade de Locorotondo, passando antes na Cantina Sociale del Locorotondo.
A cantina é mantida por uma cooperativa de produtores de vinho, e é responsável pala produção de vinho de toda a região da Puglia. Pra terem uma idéia, cada tanque desse de armazenamento tem capacidade para 5 mil litros (eram 50 deles), e o setor de envasamento tem capacidade para produzir até 4 mil garrafas de vinho por hora!

50 tanques de 5 mil litros cada

50 tanques de 5 mil litros cada

O vinho da Itália passa por aqui :)

O vinho da Itália passa por aqui

Após a visita, degustamos o bom vinho produzido pela Cantina e seguimos nosso caminho. O caminho, de pequenas estradas, plantações de uva e belas paisagens. Paramos para uma visita à cidade de Locorotondo. Passamos pelo seu centro, tirando algumas fotos, mas logo seguimos para a cidade de Cisternino.

Plantações de uva e belas paisagens

Plantações de uva e belas paisagens

O centro de Locorotondo

O centro de Locorotondo

... e de Cisternino

… e de Cisternino

Na cidade tiramos mais fotos e paramos para o almoço, no restaurante Lido Bosco Verde. A gastronomia foi sem dúvida um dos pontos altos da viagem (vejam depois o post com impressões e dicas de viagem – cicloturismo na Puglia – Itália). Após um belíssimo almoço com massas e frutos do mar, seguimos nossa viagem e tivemos uma das mais belas visões do dia.

Após cerca de 48kms pedalados, chegávamos a Ostunila citta bianca (a cidade branca) junto com o por do sol e a lua, quase cheia, que subia no céu.
Avistamos pela primeira vez o mar Adriático,  e a imagem de San Oronzo, colocada ali quando os italianos conseguiram erradicar uma grande epidemia de peste negra.

Giulio em um dos mirantes entre Cisternino e Ostuni

Giulio em um dos mirantes entre Cisternino e Ostuni

San Oronzo abençoando o Mar Adriático

San Oronzo abençoando o Mar Adriático

Chegávamos ao nosso destino: Ostuni, la citta bianca

Chegávamos ao nosso destino: Ostuni, la citta bianca

Ficamos hospedados no Ostuni Palace, bem próximo ao centro. Após o jantar, saímos para um passeio noturno pela cidade.
Era apenas o início de nossa jornada, e estávamos muito empolgados.
No dia seguinte, o mar nos aguardava.

Resumo do dia e dados técnicos: Alberobello – Ostuni

Kms pedalados: +- 48
Cidades: Alberobello, Locorotondo, Cisternino, Ostuni
Alguns pontos de interesse: Museu do Trullo, centro velho de Alberobello,  Locorotondo,  Cisternino e Ostuni. As estradas com as plantações de uva e as construções típicas que vão mudando também valem a pena. Os mirantes do caminho entre Cisternino e Ostuni também são um destaque do percurso.

*               *               *

[Nota do blog:] se você vai pedalar pelas cidades deste roteiro, pode consultar hostels e hotéis nos links abaixo:

Esse post faz parte da série Cicloturismo na Puglia – Itália. Foram 8 dias de pedaladas pela região da Puglia, a convite da Italy Bike Tour.

Para conhecer o planejamento e o roteiro completo da viagem clique aqui.

Veja também os relatos dos outros dias. É só clicar nos links abaixo

1º Dia – Chegada em Bari e a reunião do grupo – as primeiras pedaladas

3º Dia – de Ostuni a Brindisi

4º Dia – de Brindisi a Lecce

5º Dia – de Lecce a Otranto

6º Dia – de Otranto a Santa Maria de Leuca

7º Dia – de Santa Maria de Leuca a Galipoli

8º Dia – Pedal por Galipoli e retorno a Lecce

 

Quer ver outros relatos de viagem?Clique aqui e veja nossa lista completa!
Clique aqui e veja todos os posts do blog sobre cicloturismo.



There are 6 comments

Add yours
  1. Lucia Furtado

    bom demais viajar com vc. conta logo os outros dias, ta? as fotos lindas, vc contornou o salto, hein? a região é muito pobre?
    continue os relatos, estamos aguardando.
    beijos e parabéns.

  2. André Schetino

    Ei Tia!

    Contornamos sim todo o salto da bota, no litoral do mar Adriático e depois do mar Jônico. A região é mais pobre comparada com o norte da Itália, mas nada assustador. São pequenos e médios agricultores, cidades menores, muitas pequenas cidades do litoral com casas de temporada. Agora cidades como Lecce e Brindisi são bem ricas, bonitas. Continue acompanhando! Um beijão!


Post a new comment