fotonaestrada

Cicloturismo: pedal Fortaleza – Pacatuba – Guaiuba

Por Fábio Aguiar

Cicloturismo de um dia: Pedal Fortaleza a Pacatuba – CE (acabamos em Guaiuba!)

Na semana passada convenci um amigo meu que está iniciando no pedal a fazer um cicloturismo para uma cidade aqui próxima de Fortaleza onde moramos.

Eu também sou iniciante, faço no máximo 70Km e nunca tentei subir serras. Já o meu amigo Gabriel Veras começou a mais ou menos 1 mês a pedalar com esses passeios ciclísticos noturnos, que em média tem entre 25 e 30Km, com várias paradas e leve para que todos andem sempre juntos.

Bom, conversamos com algumas pessoas que já haviam feito essa viagem e eles nos informaram que, por Pacatuba estar situada no pé da serra, haveria umas 3 subidas “mais ou menos fortes”. Como essas pessoas já pedalam a muito tempo, ficamos um pouco com medo dessas subidas “mais ou menos” mas resolvemos encarar.

Eu com minha smorfete (obviamente a branca e azul! Hehe) e o Gabriel com a caloi dele.

.

.

Smorfete

Smorfete

Combinamos de sair de frente do meu prédio às 6:00h da manhã de domingo para pegar sol fraco e poder ir tranquilo pras benditas subidas.

Houve um pequeno atraso, mas acabamos saído às 6:30h. Combinamos de ir em um ritmo mais tranquilo para nos pouparmos para as BENDITAS SUBIDAS

Partimos para nosso destino, com a intenção de chegarmos na cidade de Pacatuba – CE e aproveitarmos um pouco de um balneário chamado Andréas. Eu não conhecia esse balneário, mas havia visto umas fotos e achei bem bacana. Almoçaríamos em Pacatuba, e “desceríamos” pra Fortaleza quando o sol tivesse mais ameno.

Pacatuba fica a 25Km da minha casa, e supostamente, as SUBIDAS começariam lá pelo quilômetro 18 ou 19. Seguimos no nosso ritmo e passamos dessa quilometragem sem nem uma subida que nos desse medo. Continuamos e nada das subidas, até que chegamos na entrada de Pacatuba. Olhamos uma para o outro e nos perguntamos onde estavam as famigeradas subidas!

Pedal Fortaleza

na estrada

Gabriel

Gabriel

Como chegamos relativamente cedo, pois, apesar de termos vindo bem lentamente preocupados com as já mencionadas subidas, não tivemos maiores problemas, as bicicletas se comportaram bem, não fizemos paradas longas, só algumas para tirar as fotos e com isso chegamos oito e pouco no nosso destino. Resolvemos comemorar a falta das subidas com um cervejinha logo pela manhã mesmo. Paramos em uma padaria e tomamos uma latinha só pra comemorar. Minha esposa havia dito que iria pra Pacatuba de carro para nos encontrar lá, para passar o domingo no balneário Andréas também e logo me ligou informando que havia chegado a cidade e estava nos esperando na frente do balneário.

Chegada de Pacatuba

Chegada de Pacatuba

no caminho

no caminho

Praça da Catedral

Praça da Catedral

Eu e Gabriel fomos encontra-la e ao entramos no balneário percebemos que estava muito cheio, e com isso não estava muito legal. Minha esposa, que havia ido com meu sogro e meus pais, decidiram voltar pra Fortaleza para pegar uma praia, eu e Gabriel resolvemos seguir viagem até a cidade mais próxima, Guaiuba, que fica a cerca de 8 quilômetros de Pacatuba e de lá decidiríamos se almoçaríamos por lá ou seguiríamos para a próxima cidade que é Horizonte.

 Sabem as subidas que estávamos com medo, pois bem, apareceram no caminho pra Guaiuba. Elas, aliadas ao sol forte de cerca de 11:00 da manhã com uma temperatura em volta de 33 graus moeu nossas forças e resolvemos ficar por lá mesmo para almoçar e depois, aí sim, descermos para Fortaleza.

A serra ao fundo

A serra ao fundo

Vista da serra

Vista da serra

Almoçamos uma comidinha muito honesta em um restaurante de um posto de estrada já saindo de Guaiuba e descansamos um pouco. Como não havia onde nos encostarmos acabamos decidindo voltar pra Pacatuba, mesmo no sol de meio dia e lá parar pro descanso.

Celebrando o pedal

Celebrando o pedal

Hora do almoço...

Hora do almoço…

Em Guaiuba

Em Guaiuba

Chegamos em Pacatuba e paramos em um posto de gasolina para reabastecer as mochilas de hidratação e percebemos que havia uma área em frente de umas lojas, dentro do posto, com uma sombra muito boa e despencamos literalmente. Acabamos cochilando por cerca de uma hora. Estávamos muito cansado pois o sol estava muito forte e minou nossas energias.

Depois do merecido descanso, seguimos para Fortaleza.

Minha bicicleta começou a pular um pouco as marchas entre a 4 e a 6, mas fora isso foi tudo tranquilo.

Uma coisa muito interessante nessa viagem, foi que fizemos, a maior parte do percurso (Fortaleza a Pacatuba) praticamente só pela ciclovia que há entre essas duas cidades e com isso não corremos maiores perigos.

Ciclovias no caminho

Ciclovias no caminho

Ciclovias

Ciclovias

Outra coisa que me chamou a atenção foi quando chegamos a Guaiuba. Parecíamos dois alienígenas com capacete e roupas coladas de ciclismo. No restaurante os garçons ficaram perguntando sobre as bolsas de hidratação, e quando falamos que havíamos vindo de Fortaleza e ainda iríamos voltar ficara impressionados.

O resultado da viagem foi 68Km de pedal, algumas subidas, boa companhia e um dia muito gostoso com os objetivos alcançados e já pensando na próxima. 

[Nota do blog:] Você pode consultar campings, hostels, pousadas e hotéis em Fortaleza neste link

Quer mais dicas de roteiros para cicloturismo? Clique aqui e veja nossa lista completa de relatos de viagens.


ATÉ ONDE VOCÊ FOI É O MAIOR BANCO DE HISTÓRIAS E EXPERIÊNCIAS SOBRE A BICICLETA E O CICLISMO DA INTERNET BRASILEIRA. PARA CONHECER O PROJETO, ENVIAR A SUA HISTÓRIA E CONCORRER A PRÊMIOS BASTA CLICAR AQUI




There are no comments

Add yours