Cicloturismo na Puglia – Itália. Dia 4: de Brindisi a Lecce

1
328
Chegada à masseria do Gianni

Esse post faz parte da série Cicloturismo na Puglia – Itália. Foram 8 dias de pedaladas pela região da Puglia, a convite da Italy Bike Tour. Para conhecer o roteiro completo da viagem clique aqui.

Dia 4 – de Brindisi a Lecce

Saímos pela manhã da Masseria onde estávamos hospedados e já começamos o pedal por pequenas estradas, e belas plantações. Não chegamos a entrar na cidade de Brindisi, e seguimos pedalando para San Pietro Vernótico.

Brindisi
Passamos por plantações de melão…
Brindisi
uvas…
... e pedalamos por San Pietro Vernotico
… e pedalamos por San Pietro Vernotico

A cidade era pequena e tranquila, e lá encontramos Gianni, um amigo do Giulio, que pedalava conosco. Ele nos levou até a sua Masseria, que fica próximo a Tochiarolo, outro pequeno povo. As terras ficavam numa região de sítio arqueológico da cidade. Ele nos mostrou uma estrada que levava à Roma antiga, e contou um pouco sobre a história do lugar.

Chegada à masseria do Gianni
Chegada à masseria do Gianni
... area arqueológica
… area arqueológica
Gianni nos dando uma aula sobre a região
Gianni nos dando uma aula sobre a região

Aproveitamos também para lembrar da boa vida no campo, comendo figo do pé, e experimentando outras frutas plantadas por ele. Sua masseria não havia sido reformada, e ainda apresentava características originais de antiga construção. Após algumas fotos, o céu nublado se transformou em chuva, e decidimos seguir viagem.

Foi a única chuva que pegamos em todos os dias de viagem. Mais ou menos 1 hora, que foi bom pra refrescar (fazia bastante calor) e fazer valer a pena ter levado o casaco corta vento. Pouco tempo depois chegávamos a Lindinuso. A pequena cidade tinha em sua maioria casa de veraneio, e como passamos na hora da siesta, parecia estar abandonada. Nós não poderíamos fazer diferente. Seguindo a tradição, após nosso almoço fizemos também nossa siesta, e depois do cochilo saímos mais uma vez para o pedal.

No banco da praça. em Lendinuso: hora do cochilo. Foto: João Vicente Falabella
No banco da praça. em Lendinuso: hora do cochilo. Foto: João Vicente Falabella

O caminho até Lecce foi lindo. Paramos em uma antiga abadia, que agora havia sido transformada em Museu. Lá vimos além da antiga construção, o antigo local de produção de azeite. Depois seguimos por uma região de Parque Natural. O caminho tinha vários percursos cicloturísticos, indicados com placas, e passávamos no meio de oliveiras centenárias, lindas. A noite chegava acompanhada da lua cheia, um show de paisagem!

A antiga abadia que hoje virou um museu...
A antiga abadia que hoje virou um museu…
... local da antiga produção de azeite
… local da antiga produção de azeite
Percorso cicloturístico próximo a Lecce, em uma região de parques...
Percorso cicloturístico próximo a Lecce, em uma região de parques…
... cercados por oliveiras centenárias
… cercados por oliveiras centenárias
A lua cheia nos acompanha em nosso pedal. Lindo!
A lua cheia nos acompanha em nosso pedal. Lindo!

Depois de um pneu furado – da minha bike, rapidamente trocado – chegávamos a noite em Lecce. Foi o dia mais longo e com maior distância pedalada – 76km. Era a cidade de nossos amigos de viagem, Giulio e Felippo. Conhecemos rapidamente alguns de seus amigos e nos hospedamos no Art Hotel & Park Lecce. Na manhã seguinte teríamos o dia para conhecer a cidade e seguir nossa viagem.

Resumo do dia e dados técnicos: Brindisi –  Lecce

Kms pedalados: +- 76
Cidades: San Pietro Vernotico, Tochiarolo, Lendinuso e Lecce
Alguns pontos de interesse: as estradas do caminho são muito bonitas, especialmente a região de Parque próximo a Lecce. Aproveite bastante os “percorsos cicloturisticos”, que são muitos e  bem sinalizados.

Dicas de Hospedagem

[Nota do blog:] se você vai pedalar pelas cidades deste roteiro, pode consultar hostels e hotéis nos links abaixo:

Esse post faz parte da série Cicloturismo na Puglia – Itália. Foram 8 dias de pedaladas pela região da Puglia, a convite da Italy Bike Tour

Para conhecer o planejamento e o roteiro completo da viagem clique aqui.

Veja também os relatos dos outros dias. É só clicar nos links abaixo:

1º Dia – Chegada em Bari e a reunião do grupo – as primeiras pedaladas

2º Dia – de Alberobello a Ostuni

3º Dia – de Ostuni a Brindisi

5º Dia – de Lecce a Otranto

6º Dia – de Otranto a Santa Maria de Leuca

7º Dia – de Santa Maria de Leuca a Galipoli

8º Dia – Pedal por Galipoli e retorno a Lecce

Quer mais roteiros de cicloturismo na Itália?

Aqui no blog temos um ebook gratuito de cicloturismo na Itália (clique para baixar). São 4 roteiros nas regiões da Toscana, Emília Romana, Dolomitas e Puglia. Todos com muitas fotos e detalhes técnicos de distância e altimetria em cada dia.

Se você preferir, pode receber um roteiro personalizado de cicloturismo, trainning camp ou Granfondo na Itália. Basta pedir o seu clicando no link!

Espero que possa te ajudar a planejar o seu pedal pela Itália.

1 COMENTÁRIO

  1. lindas fotos, que gracinha os melões, muito legal todas as fotos. beijos

DEIXE UMA RESPOSTA