Cicloturismo – pedalando pelo Brasil e pelo mundo

1
307

Por Rodolfo Galassi

Bom, meu nome é Rodolfo, no dia 08 de fevereiro de 1995 meu pai me botou para fora de casa. Eu tinha 12 anos de idade quando decidi roubar a bicicleta do meu irmão e ir atrás da minha mãe em Vitória – ES, percorrendo de SP para Vitoria mais de mil quilômetros sozinho.

Quando eu cheguei em vitória depois de 4 meses (porque eu era uma criança e não sabia o caminho)… não vou contar os detalhes se não vai ficar grande a história. Mas a minha mãe não me recebeu na sua casa e eu decidi sumir.

Então fui para Bahia e fiquei pedalando pelo Brasil. Percorri bastante até que um rapaz da Globo resolver fazer a primeira matéria. Depois que saí na tv as coisas melhoraram, mas não consegui nada com isso.

Hoje já percorri 32 países e dei dez voltas no Brasil, totalizando 293 mil quilômetros. Ao longo do caminho fui roubado, perdi algumas coisas e hoje moro em Francisco Morato – SP. Moro de aluguel e meu sonho é conquistar a casa própria, pois nessas andanças tive dois filhos em Fortaleza que praticamente não conheço, mas um dia quero ajudá-los.

Envie você também a sua história

ATÉ ONDE VOCÊ FOI é o maior banco de histórias e experiências sobre a bicicleta e o ciclismo da internet brasileira. Para conhecer o projeto e enviar a sua história basta clicar aqui

Faça Cicloturismo com segurança

Tão bom quanto viajar de bike é retornar em segurança para planejar os próximos roteiros! Somos comprometidos com a segurança no cicloturismo e disponibilizamos 2 artigos especiais pra você conferir antes de colocar a bike na estrada:

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCicloturismo Salar de Uyuni – Bolívia
Próximo artigoCicloturismo: do Chuí (RS) a Montevideo (URU)
Até Onde VOCÊ Foi? é um projeto do blog que divulga histórias inspiradoras das pessoas e suas bicicletas. As primeiras pedaladas, sua última viagem de bike e muito mais. O texto é de autoria do leitor indicado no início do post, e as informações e opiniões contidas são de responsabilidade do mesmo. Que tal compartilhar sua história com milhares de leitores? Basta enviá-la para contato@ateondedeuprairdebicicleta.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA