[Curiosidades] Bicicletas com nomes de pessoas

4
1123

Tem gente que acha loucura, mas existem pessoas que dão nomes para suas bicicletas. entenda como é isso.

Trio de bikes

Tem gente que tem um apego imenso a certas coisas, e com as bicicletas não é diferente. A grande maioria mal sabe a marca/modelo da bicicleta que usa, mas os mais fanáticos chegam a “batizar” suas bicicletas com nomes de pessoas ou com nomes “diferentes”. E claro que este colunista e ciclista que vos escreve não foge a regra.

Mas por que isso? Alguns dizem que colocar nomes em objetos que se tem muito apreço é uma forma de lembrar de pessoas e/ou fatos que marcaram positivamente a determinadas pessoas. Com isso, é “normal” vermos bikes com nomes de artistas, de pessoas que já se foram ou que ainda estão entre nós, isso sem contar os nomes que remetem a fatos ocorridos e/ou personagens.

Atualmente possuo 7 bicicletas, e cada uma tem seu nome. Cada bicicleta que montei possui uma história por trás do nome escolhido, e como são “apenas 7” bicicletas, irei fazer uma série contando a história de cada bike em um post (dependendo do caso, contarei duas histórias em um mesmo post).

Enquanto isso, faço uma breve apresentação das “minhas meninas”:

Caloi Aluminum Sigma ErikaCaloi Aluminum Sigma (“Erika”)

Caloi Aluminum Supra JulianaCaloi Aluminum Supra Aerolight  (“Juliana”)

Alfameq Stroll The CamelAlfameq Stroll (“The Camel”)

Caloi Aluminum Extra GabyCaloi Aluminum Extra (“Gaby”)

Caloi Aluminum Extra SimoneCaloi Aluminum Extra (“Simone”)

Gios XC E-Line Black CrusaderGios XC E-Line (“Black Crusader”)

Caloi Aluminum Extra Black SheepCaloi Aluminum Extra (“Black Sheep”)

Além delas, tem outras bicicletas que passaram por mim que “foram batizadas”, mas logo foram vendidas e/ou desmontadas.

Ficou curioso/a? Então aguardem os próximos posts 😀
See ya!

Texto fotos e edição: Kiko Molinari Originals®

CLIQUE AQUI E VEJA TODOS OS POSTS DO COLUNISTA KIKO MOLINARI

COMPARTILHAR
Artigo anteriorUma vida de viagens e aventuras com a bicicleta
Próximo artigoCicloturismo: de Curitiba ao Oiapoque!
Meu nome é Cristiano Correa Molinari, mas sou mais conhecido como “Kiko Molinari” (ou simplesmente “Cris” para os mais chegados). Desde pequeno apaixonado por carros, e por volta dos 8 anos já gostava de bikes, mas só aos 15 anos foi que me dei conta que a paixão seria ainda maior. Fiquei conhecido no Orkut em algumas comunidades como “Caloi Oficial”, “Cicloturismo”, “Mecânicos de Bicicleta” e “Bicicleta – o melhor transporte”, devido ao meu empenho em ajudar os mais novatos sobre os vários assuntos acerca das “magrelas”, além de prestar consultoria no meu perfil e no extinto MSN, e assim conquistando muitas amizades durando até hoje. Anos mais tarde, fui editor do blog Bizarrices Automotivas desde a sua criação, por 3 anos a fio, e assim pude aprender a como ser um blogueiro. Com isso, tenho o meu blog chamado Carros Raros BR, focando em modelos considerados raros nas ruas brasileiras. Hoje, faço parte do site Até Onde Deu Pra Ir de Bicicleta, aliando meus conhecimentos adquiridos nos blogs automotivos com os conhecimentos sobre bicicletas que conquistei até hoje. Abraços e bons giros o/

4 COMENTÁRIOS

  1. Mas vá gostar de Caloi Aluminum assim lá em Manaus na fábrica da Caloi!

    Lá em casa quase todas tem nome também, são 9 bicicletas, minhas e da minha esposa.

    As minhas:
    Kona FireMountain (“Bárbara”)
    Gary Fisher Ziggurat (“Zizi”) – quebrou e foi aposentada
    Dobrável Btwin Hoptown 5 (“Cafeína”)
    Trek Elite 8.8 (a batizar)
    Göricke (era do meu avô, ainda sem nome)

    Da minha esposa
    DaBomb Arrow (“Lisbela caveirinha”)
    Gary Fisher Tassajara (“Sininho”)
    Caloi Montana (“Pretinha”) tá emprestada pra cunhada
    Dobrável RioSouth Way S (a batizar)
    Monark Brisa (“Brisa”)

    São boas histórias com as meninas rsrsrs

  2. Gostei dos nomes das bikes!
    Eu tenho a Gertrudes (cabritona que uso para ir ao trabalho), a Malagueta Libertina (uma Durban Commuter vermelha), e agora comprei uma single speed do “Night Riders” 2015, que ainda não tem nome.

    Estranho é ver bicicleta sem nome hehe.

DEIXE UMA RESPOSTA