[Dica]: como adaptar bagageiro para cicloturismo em mountain bike

13
1357
Aqui o bagageiro na bike (ainda não estava pintado). Usei fita de aro presa com fita isolante para proteger o quadro.

Por Vitaly Costa e Silva

      Já fazia algum tempo que eu vinha pensando em adquirir um bagageiro para cicloturismo quando resolvi ir à luta, porém logo me deparei com as dificuldades do mercado nacional com relação a este produto, dentre elas poderia citar a baixa qualidade de materiais, a baixa capacidade de carga e a dificuldade de encontrar um bagageiro adaptável a minha própria bike (que pra completar não tem furação específica para isso no quadro). A saída foi mergulhar nos blogs e sites sobre bikes e cicloturismo pela net para encontrar algum produto que satisfizesse minhas necessidades. Logo pude ver que mesmo experientes cicloturistas brasileiros encontraram as mesmas dificuldades e acabaram desenvolvendo projetos próprios, mergulhei então em pesquisas sobre estes projetos para poder desenvolver o meu próprio bagageiro.

Como adaptar bagageiro para cicloturismo em mountain bike

     Um dos projetos mais interessantes e que melhor se encaixou nas minhas necessidades foi o do Waldson Gutierres, o “Antigão” (http://pneunaestrada.blogspot.com.br/2011/10/faca-voce-mesmo-o-seu-bagageiro.html). Seu projeto propõe transformar dois bagageiros de aço, daqueles zincados baratinhos que vendem em qualquer cidade, em um só, já que aqueles modelos tem apenas 30cm de comprimento, e o ideal seria de 38cm a 40cm. O material, apesar de ser mais pesado que o alumínio, é mais resistente, o que é muito importante já que a maior parte do peso vai atrás da bike. Os bagageiros para cicloturismo disponíveis no mercado em geral são de alumínio, mas o que mais encontramos na net são histórias de bagageiros deste tipo quebrados com pouco tempo de uso. Resolvi então investir neste projeto. Comprei os dois bagageiros de aço e busquei um bom serralheiro da minha cidade para apresentar-lhe o projeto. Rapidamente estava pronto, mas havia outro problema a ser resolvido: minha bike não tem furação pra bagageiro. E toma-lhe pesquisa.

   Com relação a parte de cima não havia problema, poderia prender normalmente  no canote do selim, mas o buraco era mais embaixo, ou melhor a falta dele. A primeira coisa que pensei era que em hipótese alguma eu prenderia no eixo da roda, pois forçaria demais a peça, além do que, quando o pneu furasse, ia me dar muito trabalho para tirá-lo. Em alguns sites encontrei algumas dicas, como a utilização de braçadeiras com parafusos para prender o bagageiro diretamente no quadro, mas resolvi continuar pesquisando. Procurei então uma lenda viva que está morando aqui em Vassouras, o Robson Binho, cicloturista que tem, dentre muitas outras aventuras, uma travessia do Atacama sozinho. E foi com ele mesmo que encontrei uma ótima solução: o rapaz simplesmente não prende o bagageiro no quadro, ele serrou a parte de baixo do bagageiro, onde ficam os buracos para prendê-lo, e no lugar adaptou duas bases que ficam apoiadas no quadro. Todos devem estar se perguntando: “será que é seguro? Será que não vai ficar vibrando?”. Bom, me fiz as mesmas perguntas, o fato é que o Binho prende estas bases com aquelas presilhas tipo zip-tie e, além disso, foi com este RTA (Recurso Técnico Alternativo) que ele cruzou o Atacama e não teve problemas. Abaixo seguem as imagens do meu bagageiro pronto.

bagageiro para cicloturismo
Aqui o bagageiro na bike (ainda não estava pintado). Usei fita de aro presa com fita isolante para proteger o quadro.
bagageiro para cicloturismo
No detalhe a base que fica apoiada no quadro presa com zip-tie.
bagageiro para cicloturismo
Nesta imagem o bagageiro para cicloturismo já com o Primer que serviu de base para a pintura.
bagageiro para cicloturismo
Aqui o bagageiro para cicloturismo já pintado.

Obs: reparem que na traseira do bagageiro há um cano mais grosso na horizontal e um fininho na vertical, o primeiro é para prender a luz traseira e o segundo para prender uma bandeirinha de sinalização.

Obs 2: já testei o bagageiro nessa viagem de Vassouras até Ibitipoca via Serra do Funil. Clica no link pra conferir.

Clique aqui e veja todos os posts do colunista Vitaly Costa e Silva
Quer ideias para sua bike? Clique aqui e veja todos os posts da seção Faça Você Mesmo
Veja todos os posts sobre cicloturismo

13 COMENTÁRIOS

  1. A ideia do suporte pra lanterna traseira e bandeirinha também foi do Robson Binho!

  2. Adaptei um bagageiro de aço zincado para minha GTA M7 em casa mesmo ficou perfeito, fiz algumas trilhas já com peso e resistiu muito bem. Vou procurar uma maneira para mostrar.

  3. Bom dia, Vitaly, adorei sua idéia pois vivo o mesmo problema, comprei a bike usada de uma triatleta, porem tb. não tem furação e até agora a sua idéia foi a melhor. esse fds estarei iniciando o execução do meu. A pergunta é…..
    você faria alguma alteração no projeto? Está satisfeito após sua viajem?
    aguardo, obrigada e boas pedaladas.
    Att.: Maria Rita, Niterói, 05/2014

  4. Boa noite , muito legal oque foi feito , demais mesmo muito simples , parabéns .Abraços educuritiba

  5. Olá Vitaly,
    boa noite!!

    Estou fazendo uma postagem no blog Pedarilhos sobre bagageiros, e adorei seu modelo de adaptação. Posso colocar 2 fotos de seu post lá em nosso blog e citar o link desta postagem?

    Abraços
    André Costa

  6. Este projeto também serve para bake aro 29. Tenho uma e estou encontrado muito dificuldades para encontrar um bagageiro.

  7. Não sei afirmar ao certo, mas acho que, como é uma adaptação, vale a pena você levar para um serralheiro ver e tirar medidas, talvez dê. Além disso, desde quando escrevi esta postagem, tenho visto alguns bagageiros surgindo no mercado, inclusive para aro 29″.

  8. parabens desde Colombia, eu gosto do seu blog. uma pergunta: qual é a capacidade de carga.

  9. Olá Katerina. Não sei dizer a capacidade de carga. Mas eu não levaria mais de 10kg.

  10. Olá Vitaly, tudo bem??
    Você mora em Vassouras ainda?
    Cara, to precisando de uma adaptação boa e barata dessa pra minha MTB 29.. Tá osso ficar pesquisando bagageiros de alumínio com adaptação de abraçadeiras, porém, fico no receio de um bagageiro caro desses quebrar no meio da viagem.
    Se você tiver morando em vassouras ainda, teria como eu ir algum dia pra você me explicar melhor sobre esse projeto?
    Grande abraço, e parabéns pela ideia e iniciativa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here