Especial Bicicletas: bicicleta roda fixa

6
820
Roda fixa

O Especial Bicicletas de hoje traz pra você um pouco mais sobre a bicicleta roda fixa. Também chamada de fixed gear ou somente “fixa”, essa bicicleta tem como principal característica a marcha única e o giro integrado com o pedal. O post de hoje contou com a grande contribuição do Fernando Norte, amante das bicicletas roda fixa. Muito obrigado Fernando!

Bicicleta roda fixa da Tokyo Bikes

.

Apesar de estar “voltando à moda” e fazendo bastante sucesso atualmente, a bicicleta roda fixa é a mais antiga forma da bicicleta com a corrente ligada a roda. Ela não possui a roda-livre (ou catraca), fazendo com que a velocidade do giro da roda seja diretamente relacionada com a pedalada. Ou seja, se você tentar parar de pedalar, o pedal arremessa seu pé, pois você está tentando travar a roda e a bicicleta em movimento.

.

Então, como parar uma bicicleta roda fixa?

.

Temos 3 possibilidades. A primeira é ir diminuindo o giro do pedal, aproveitando algumas variações no relevo (como pequenas ou grande inclinações de asfalto, por exemplo) até que o giro fique mais baixo e te permita forçar a parada da bicicleta. A segunda é a instalação de freios. A maioria dos quadros das bicicletas roda-fixa tem furação para instalação do freio dianteiro. Em outras, pode encontrar também furação para o freio traseiro. Dessa forma, você utiliza os freios para diminuir o giro do pedal até que possa parar a bicicleta. Essa é a forma que eu utilizo normalmente pra parar a minha bicicleta (veja nesse link como ficou). E finalmente, uma manobra chamada skid, que exige um pouco mais de habilidade do ciclista. Dessa forma, ao forçar o pedal para trás e jogar o peso do corpo para frente, o ciclista executa a frenagem. Separei o vídeo abaixo bem detalhado, ensinando a técnica do skid.

.

Voltando ao passado. A bicicleta roda fixa era a bicicleta que todos utilizavam: os entregadores – ou bike couriers – de centros urbanos, e é claro, os atletas nas competições. Isso que dizer que chegaram a acontecer competições como o Tour de France e outras provas de ciclismo de estrada só com as roda fixas.

.

Galera de fixa das antigas. Todo mundo de roupa esportiva! Via http://owntheroad.cc

.

Mas desde sempre a bicicleta roda fixa é utilizada nas competições de ciclismo de pista – nos velódromos. O velódromo é o local mais seguro para se pedalar uma roda fixa, devido à sua inclinação. Uma bicicleta com catraca pode perder a potência necessária para manter a aceleração firme, e basta uma relaxada no giro para que o ciclista escorregue parede abaixo. Com a bicicleta roda fixa você mantém essa potência e esse giro em condições ideais.Veja abaixo a bicicleta roda fixa em ação nas competições.

San Diego Velodrome from David Brooks on Vimeo.

.

.

Após a invenção do sistema de roda livre (ou catraca) e das marchas, as bicicletas roda fixa foram amplamente substituídas, mas nunca deixaram de ser usadas. E também não ficaram como exclusividade dos velódromos. Com um público fiel em cidades como Nova Iorque e Londres, agora a bicicleta roda fixa começa a fazer sucesso também no Brasil, especialmente em cidades como Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro.

.

E qual a razão do sucesso atual da bicicleta roda fixa?

.

A bicicleta roda fixa ficou bastante associada à cultura hipster. O termo ainda é bem pejorativo, mas indica um estilo de vida que envolve moda, comportamento, música etc. Você pode perceber pelos vídeos e fotos desse post bicicletas bem coloridas, e ciclistas vestidos com um estilo mais urbano, ao invés de esportivo. Mas, como o assunto aqui é a bicicleta roda fixa e seus amantes, vale deixar claro que muitos hipsters pedalam bicicletas roda fixa, mas nem todos os “fixeiros” são necessariamente parte do estilo de vida hipster.

.

Uma brincadeira com a cultura hipster. Via http://hypebeast.com

.

Para saber mais:

.

Filme: QuickSilver. Filme de 1986, com o ator Kevin Bacon, que interpreta um corretor da bolsa de valores que larga seu emprego e se torna um bike courier (com sua bicicleta roda fixa, é claro).

.

Site: FixaCWB – Curitiba Fixed Gear.

.

Reportagem do Globo sobre as fixas no Rio

.

Tracking stand: outra forma de “brincar” com a bicicleta roda-fixa é o chamado tracking stand, que é manter a bicicleta parada, em equilíbrio, sem colocar os pés no chão. Saiba mais no vídeo abaixo.


 

.

Veja todos os posts sobre bicicleta roda fixa

Clique aqui para conhecer o Especial Bicicletas.

Veja todos as bikes do Especial Bicicletas.

6 COMENTÁRIOS

  1. O track stand é uma manobra, a que se deixa a bicicleta parada.

    É muito funcional no trânsito, no sinal vermelho, já que não é preciso tirar o pé do firma-pé (ou outro sistema de sua preferência).

    Parabéns pelo site e pelo Especial.

    Abraço

  2. Quanta besteira. Texto completamente vago, cheio de informções incompletas ou erradas.

  3. Olá Diego
    Muito obrigado por sua mensagem.
    O texto foi escrito de forma colaborativa por um amigo e por mim. Acredito ser um texto que explica basicamente sobre as bicicletas roda fixa pra quem não conhece. O objetivo do Especial Bicicletas é justamente esse: passar informações gerais pra quem ainda não conhece.
    Mantenho esse blog há 5 anos e gosto muito do que faço. Acima de tudo, me preocupo com a informação que disponibilizo para os leitores.
    Se você, que provavelmente sabe mais do eu, quiser ajudar, é só indicar o que está errado aqui no post que eu terei o maior prazer em corrigir. Não só eu, como os leitores do blog, agradecemos.
    Um grande abraço e boas pedaladas!

  4. Oi!

    Gostei muito da matéria! Gostaria de fazer uma pergunta: pretendo deixar a vida sedentária e passar a pedalar, pesquisei muito sobre bikes e tudo mais e gostei muito da fixa. Seria ela, recomendada a mim? Desde já grato pela atenção!

    P.S.: se preferir, pode me responder por e-mail(****)

  5. Parabéns pelos site e pelo carinho com que escreve amigo. Depois de 20 anos voltei a pedalar. Deixei o carro na garagem e vou ao trabalho de bike todos os dias e nos finais de semana ando no mínimo 50km. Hoje entendo como perdi tempo e saúde e só depois de passar por uma complicação de saúde e ganhar 40 kg, percebi o mal que é ser sedentário. Amei tanto andar de bike que estou com uma scott aspem (dia a dia) , uma Cannondale Sl4 e amanhã estou indo trocar minha Cannondale caad8 por uma Cannondale Supersix … Citei os nomes para vc ver que realmente estou investindo no pedalar. Novamente obrigado por falar com prazer e paixão sobre bikes e não deixe que babacas como o caboclo acima diminua seu amor em escrever… ” ser vago” é ter uma postura idiota de reclamar e no final todos verem que não houve contribuição nenhuma com o artigo proposto. Vou te seguir e ser mais um ajudando o meio ambiente. Valeu

DEIXE UMA RESPOSTA