Cicloturismo: 186 km de Silveiras (SP) a Taubaté (SP)

0
661
Foto: acervo pessoal Luciano Oliveira

Por Luciano de Oliveira Xavier

No mês de setembro eu e mais a turma do B.M.C = Bikeiros de Moreira Cezar fizemos um pedal que na minha opinião foi o mais casca grossa e com o visual mais bonito e de tirar o folego: no mar de morros em Campos Novos de Cunha.

O pedal começou nas estrada dos tropeiros. Passando pela Igreja de Santa Cabeça até chegar no portal de Silveiras, tomamos um café e partimos para subir a Serra da Bocaina, com um visual da serra que não dá para esquecer. Almoçamos e chegamos ao Bairro dos Macacos, aonde paramos em uma cachoeira para refrescar. Depois, só subida até chegarmos em Campos Novos de Cunha – 52 km.

Pernoitamos, a cidade é tranquila e logo cedo já estávamos na estrada. De novo sentido Cunha,  30 km, onde conhecemos o mar de morros um pequeno trecho da Estrada Real. Chegamos em Cunha, almoçamos e já saímos sentido Guaratinguetá – 40 km -, depois Aparecida, Moreira Cezar, Pindamonhangaba e Taubaté.

Cicloturismo: 186 km de Silveiras (SP) a Taubaté (SP)
Cicloturismo: 186 km de Silveiras (SP) a Taubaté (SP). Foto: acervo pessoal Luciano de Oliveira Xavier

Um pedal de superação e ótimas amizades.

Dicas de Hospedagem

Você pode reservar hotéis, pousadas, hostels e até casas de hóspedes através do Booking.com. Assim terá muitas opções para comparar e escolher a que vai te atender da melhor forma.

DICA FINAL: Faça Cicloturismo com segurança

Aqui no blog somos comprometidos com a segurança no cicloturismo e trazemos uma oportunidade pra você que nos acompanha.

Disponibilizamos um comparador de preços de Seguro Viagem pra te ajudar a planejar seu pedal com segurança e ainda economizar uma grana.

Basta colocar o destino e as datas abaixo para comparar os preços de todas as seguradoras e escolher a melhor opção para a sua viagem.

Essa é uma parceria entre o blog e a Real Seguro Viagem. Você economiza na sua viagem e ainda apoia o Até Onde Deu pra Ir de Bicicleta a continuar produzindo conteúdo de qualidade sobre cicloturismo 🙂

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here