Cicloturismo: de Guarapuava (PR) a Ponta Grossa (PR)

0
592
Foto: acervo pessoal José Alfredo Horst

Por José Alfredo Horst

Difícil, mas não impossível.

Sempre pedalamos com um grupo de amigos. Um certo dia, propus aos colegas uma pedalada diferente, já que só fazíamos trilhas em estrada de chão com muita poeira e barro. Disse para fazermos uma pedalada de 150 quilômetros de asfalto  de Guarapuava – onde moramos – até a cidade de Ponta Grossa. Foram caras e bocas (rsrs) e o desencorajamento foi muito grande:

 – “Nossas bikes são pra trilhas e não asfalto, não conseguiremos, teremos que sair muito cedo…”

E aí um dos colegas falou a frase que mais deu força para fazer essa aventura:

 – “Vocês não conseguem”

Partindo desta frase começamos a preparação. De 12 amigos ficamos em apenas 2 mas seguimos nosso objetivo. Com fé em Deus e pressão no pedal fomos até lá! Rimos muito , por ter dado certo, de todos que duvidaram.

Foto: acervo pessoal José Alfredo Horst
Foto: acervo pessoal José Alfredo Horst

Envie você também a sua história

ATÉ ONDE VOCÊ FOI é o maior banco de histórias e experiências sobre a bicicleta e o ciclismo da internet brasileira. Para conhecer o projeto e enviar a sua história basta clicar aqui

Faça Cicloturismo com segurança

Tão bom quanto viajar de bike é retornar em segurança para planejar os próximos roteiros! Somos comprometidos com a segurança no cicloturismo e disponibilizamos 2 artigos especiais pra você conferir antes de colocar a bike na estrada:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here