Cicloturismo na Puglia – Itália. Dia 7: de Santa Maria de Leuca a Galipoli

3
320
Seguindo pelo litoral em nosso sétimo dia de pedaladas

Esse post faz parte da série Cicloturismo na Puglia – Itália. Foram 8 dias de pedaladas pela região da Puglia, a convite da Italy Bike Tour. Para conhecer o roteiro completo da viagem clique aqui.

Dia 7 – de Santa Maria de Leuca a Galipoli

Nosso penúltimo dia de viagem foi mais uma vez um dia de muita praia. Estávamos todos já no clima de despedida, mas ainda muito animado a pedalar. Nosso amigo João ia embora no final do dia, e decidimos apertar o ritmo para chegarmos todos juntos até Galipoli.

Amanhecer em Santa Maria de Leuca
Amanhecer em Santa Maria de Leuca. Foto: André Schetino.

Saímos as 9 da manhã de Santa Maria de Leuca. Estávamos agora “do outro lado da Itália”, acompanhados pelo mar Jônico, igualmente belo e azul. Estávamos em uma estrada muito bonita, e o trânsito estava um pouco mais cheio comparado com os outros dias de viagem. Afinal, era domingo e todos aproveitaram o belo dia para passear. Encontramos muitos ciclistas no caminho (grupos de speed, alguns de mountain bike). Outra novidade – desafiante – do dia foi o vento um pouco mais forte que nos pegava pela primeira vez em sentido contrário. Tivemos que fazer um pouco de força para manter nossa velocidade em torno de 17km/h, mas levamos tudo com bom humor, como sempre… hehehe

Cerca de 7km após Santa Maria de Leuca passado por Torre Vado, pequeno povo do litoral. Chegamos então a praia de Pescoluso. Uma praia com faixa de areia bem extensa, muitas pessoas praticando mergulho. Como nos disse o Giulio ao passarmos por algumas praias, estávamos no “caribe italiano”, uma referência à bela cor do mar e as belas praias da região. Tinhamos um percurso menor pra percorrer no dia de hoje, e aproveitamos a praia em Pescoluso por cerca de 1 hora e meia.

Santa Maria de Leuca
A belíssima praia de Pescoluso. Foto: André Schetino.
Santa Maria de Leuca
Hora do mergulho do dia. Foto: André Schetino.

Depois da praia e de um lanche o pedal seguiu firme, com muito sol e com vento. Passamos pela litoral de Torre Palli. Uma estrada linda, uma longa reta, com menos subidas e descidas que o dia anterior. Tínhamos o mar a nossa esquerda, e as pequenas cidades/povoados à nossa direita iam passando uma a uma. Passamos por Lido Marini, Torre Mozza, Fontanelle, Até chegarmos em Torre San Giovanni.

Seguindo pelo litoral em nosso sétimo dia de pedaladas
Seguindo pelo litoral em nosso sétimo dia de pedaladas

Lá adentramos uma pequena estrada de terra, e pedalávamos agora por mais um dos muitos “percorsos cicloturísticos” da região. Uma região muito bonita com flores, lagoas e patos. A estrada fica no Parque Natural Regional Litorale de Ugento. Todo o caminho é muito bem sinalizado para os ciclistas, um verdadeiro incentivo ao cicloturismo e à bicicleta, dava gosto pedalar!

Parque Natural Regional "Riserva de Ugento"
Parque Natural Regional “Litorale de Ugento”
Um dos muitos percursos cicloturísticos...
Um dos muitos percursos cicloturísticos…
... todos muito bem sinalizados.
… todos muito bem sinalizados.

Voltamos novamente ao litoral, em uma via chamada “Litorânea per Galipoli”, que nos levaria direto ao nosso destino. Mas antes nossa viagem nos reservava outro belo momento. Como o ritmo já estava forte a um bom tempo, resolvemos parar para refrescar um pouco no primeiro bar que encontrássemos pelo caminho. E lá estava à beira mar um lugar chamado Sunset Café. Um bar com música de primeira qualidade, com um deck e muitas almofadas e pufes para descansar. Lugar bom é aquele que nos faz ter vontade de ficar (e voltar depois) não é mesmo? Aproveitamos bastante nosso tempo lá, curtindo o visual e tendo uma aula de música italiana com o repertório do bar, e as dicas dos amigos Giulio e Felippo.

Nosso caminho rumo a Galipoli...
Nosso caminho rumo a Galipoli…
... e o deck do Sunset Café
… e o deck do Sunset Café

Depois retomamos ao pedal, e terminamos nossa jornada até Galipoli. Após 52km pedalados, chegávamos ao Le Sirene Ecoresort onde ficamos hospedados. Chegava também o momento de nossa primeira despedida, pois nossa amigo João estava voltando ao Brasil. Nos despedimos de nosso amigo e aproveitamos o resto do dia para aproveitar o hotel e descansar. Havia sido um dia de pedal mais puxado, com vento contra e sem a nossa tradicional siesta após o almoço.

O dia seguinte seria o último dia de nossa viagem. Era dia de pedalar por Galípoli, e depois retornaríamos a Lecce de van para fechar nossa viagem. O clima era de alegria, mas já com uma ponta de saudade…

Resumo do dia e dados técnicos – Santa Maria de Leuca – Galipoli

Kms pedalados: +- 52
Cidades: Santa Maria de Leuca, Marina San Gregório, Torre Vado, Pescoluso, Torre Pali, Torre Mozza, Fontanelle, Torre San Giovanni, Galipoli.
Alguns pontos de interesse: mais um dia de muitas praias. A praia de Pescoluso é imperdível, pra ficar um bom tempo. Vale também o mergulho nas outras belas praias de todo o litoral. No Parque Natural Litorale de Ugento, aproveite os percursos cicloturísticos todos bem sinalizados.

Dicas de Hospedagem

Se você vai pedalar pelas cidades deste roteiro, pode consultar hostels e hotéis nos links abaixo:

Esse post faz parte da série Cicloturismo na Puglia – Itália. Foram 8 dias de pedaladas pela região da Puglia, a convite da Italy Bike Tour.

Para conhecer o planejamento e o roteiro completo da viagem clique aqui.

Veja também os relatos dos outros dias. É só clicar nos links abaixo:

1º Dia – Chegada em Bari e a reunião do grupo – as primeiras pedaladas

2º Dia – de Alberobello a Ostuni

3º Dia – de Ostuni a Brindisi

4º Dia – de Brindisi a Lecce

5º Dia – de Lecce a Otranto

6º Dia – de Otranto a Santa Maria de Leuca

8º Dia – Pedal por Galipoli e retorno a Lecce

Quer mais roteiros de cicloturismo na Itália?

Aqui no blog temos um ebook gratuito de cicloturismo na Itália (clique para baixar). São 4 roteiros nas regiões da Toscana, Emília Romana, Dolomitas e Puglia. Todos com muitas fotos e detalhes técnicos de distância e altimetria em cada dia.

Se você preferir, pode receber um roteiro personalizado de cicloturismo, trainning camp ou Granfondo na Itália. Basta pedir o seu clicando no link!

Espero que possa te ajudar a planejar o seu pedal pela Itália.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA