514 km em 7 dias no Circuito Folclórico

0
567
circuito folclorico
Foto: acervo pessoal Silvio Alves

Por Silvio Alves

514 km em 7 dias no Circuito Folclórico. Viajei de bike durante 7 dias saindo de Campinas. Passei por Joaquim Egídio, uma região cercada de muita natureza e trilhas.

Pedalando pelo Observatório de Capricórnio no Pico das Cabras a gente se conecta com os encantos do Universo. Um lugar mágico. De lá segui para Morungaba, cidade bem charmosa e com uma culinária maravilhosa.

Foto: acervo pessoal Silvio Alves

No dia seguinte adentrei na região bragantina e cheguei em Joanópolis, e fui recepcionado na Associação dos Criadores de Lobisomens. Lá tive uma aula sobre a “fera”, personagem que move o turismo daquela cidade.

Foto: acervo pessoal Silvio Alves

No terceiro dia passei pela Cachoeira dos Pretos e após a contemplação da mesma, cruzei a serra da Mantiqueira rumo a São Francisco Xavier. Após belas paisagens e mirantes, descansei na aconchegante “São Chico”, já no Vale do Paraíba.

Foto: acervo pessoal Silvio Alves

O quarto dia foi dedicado ao escritor Monteiro Lobato: cruzei uma bela serra até chegar na cidade que leva o seu nome. Visitei o “Verdadeiro Sítio do Pica Pau Amarelo”, onde ele nasceu e teve as inspirações para a criação de seus personagens. Em seguida passei por Caçapava até chegar em Taubaté, sua Terra natal, onde visitei o Museu Monteiro Lobato e até tirei fotos com os personagens do Sítio. Depois segui para Tremembé para dormir.

Foto: acervo pessoal Silvio Alves

O quinto dia foi dedicado a Espiritualidade: segui para Aparecida, e depois do almoço fui para um Templo Hare Krishna chamado Nova Gokula em Pindamonhangaba, onde passei a noite.

Foto: acervo pessoal Silvio Alves

No sexto e penúltimo dia segui para o município de Lagoinha, cidade pequena com povo hospitaleiro e que segue até os dias de hoje as tradições caipiras através de sua culinária, turismo rural e muitas festas típicas. Ali, dormi na casa de um amigo.

Foto: acervo pessoal Silvio Alves

O último dia de pedal foi rumo à São Luiz do Paraitinga, cidade rica em tradições folclóricas, incluindo Festa do Divino Espírito Santo, Carnaval de Marchinhas, Festa do Saci e uma maravilhosa culinária caipira. A noite participei de um Sarau em volta da fogueira com contação de histórias, causos de Sacis e moda de viola, fechando minha cicloviagem com o tema que escolhi para ela, Circuito Folclórico ou Trilha do Saci.

Dicas de Hospedagem nesse Roteiro

Você pode reservar hotéis, pousadas, hostels e até casas de hóspedes através do Booking.com. Assim terá muitas opções para comparar e escolher a que vai te atender da melhor forma.

DICA FINAL: Faça Cicloturismo com segurança

Aqui no blog somos comprometidos com a segurança no cicloturismo e trazemos uma oportunidade pra você que nos acompanha.

Disponibilizamos um comparador de preços de Seguro Viagem pra te ajudar a planejar seu pedal com segurança e ainda economizar uma grana.

Basta colocar o destino e as datas abaixo para comparar os preços de todas as seguradoras e escolher a melhor opção para a sua viagem.

Essa é uma parceria entre o blog e a Real Seguro Viagem. Você economiza na sua viagem e ainda apoia o Até Onde Deu pra Ir de Bicicleta a continuar produzindo conteúdo de qualidade sobre cicloturismo 🙂

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here