De Ourinhos (SP) a Aparecida (SP)

1
453
Ourinhos
De Ourinhos a Aparecida. Foto: Acervo pessoal Jackson Tamura.

Por Jackson Tamura

Iniciei minha Romaria de Ourinhos até Aparecida de bike as 06:30 horas do dia 31/07/2015. Meu projeto era chegar até Ouro Fino, aproximadamente 450 km sem contar entrar e sair das cidades no domingo a tardezinha.  Meu amigo Chico Veríssimo foi comigo até Ouro Fino me acompanhando de moto e ajudando minha hidratação. De Ouro Fino pegaria o Caminho da Fé e ele voltaria para Ourinhos.

No primeiro dia foi sem sustos, tirando um pneu furado e um pneu murcho (não enchi bem a câmara de ar que coloquei). Pedalei aproximadamente 173 km até Jaú, chegamos em Jaú por volta das 22:00 horas. Arrumamos um hotel, jantamos e dormimos. Algumas dores musculares.

No segundo dia errei o caminho e saí por uma estrada que daria uns 20 km a mais. Em vez de ir direto até Itirapina, saímos para Mineiros do Tietê, Dois Córregos, Torrinha, Brotas até Itirapina. Descemos a Serra de Rio Claro por volta das 22:00 horas e as 23:30 horas estávamos no hotel. Cidade com muitas ciclovias, legal lá. Pedalei uns 150 km. Dores musculares permaneciam a batata da perna tava uma ‘bola’ me preocupou um pouco. Aí era tomar diclofenaco e cápsulas de potássio.

Saímos de Rio Claro no domingo 02/08/2015 de manhã com destino a Jacutinga MG. Erramos a saída de Mogi Mirim fomos pra Mogi Guaçu para voltar o caminho certo até Itapira, seguimos até Jacutinga, por volta das 21:30 horas faltando menos de 5 km até Jacutinga queria dormir em Ouro Fino, no ritmo que estava chegaria perto da 1:00 hora da matina em Ouro Fino, porém um pneu furado frustrou meus planos. Andei uns 150 km com o erro nesse dia.

Saímos dia 03/08/2015 de manhã, enrolamos um pouco, por isso saímos por volta das 09:30 horas e chegamos ao início do Caminho da Fé por volta do meio dia. Andei uns 45 km. A partir daí meu amigo Chico voltou pra Ourinhos e era só eu, Deus e os amigos/família no meu coração. Consegui chegar em Tocos de Moji no primeiro dia que pedalei pelo Caminho da Fé.

No segundo dia cheguei depois de muito esforço em Paraisópolis. Em Inconfidentes no primeiro dia troquei a corrente em uma bicicletaria da cidade, em Paraisópolis o Guto da Brisa’s Bike trocou as duas pastilha de freio da bike. Muitas serras em Mg. Antes de Borda da Mata tem uma gigante. Entre Estiva e Consolação tem outras, em especial a famigerada Serra do Caçador. Depois de Paraisópolis até Campos do Jordão tem a mais famosa, a Serra da Luminosa.

Dormi o último dia (05/08/2015 ), em Campos do Jordão, na Pousada dos Peregrinhos, antes tomei uma cerva na Baden.

Ourinhos
De Ourinhos a Aparecida. Foto: Acervo pessoal Jackson Tamura.

O último dia foi só alegria, descida da Serra de Campos do Jordão até a chegada pela cidade de Potim. O povo mineiro é fantástico, hospitaleiro e os meus amigos e minha família, em especial minha esposa Daniela foram essenciais para dar essa força espiritual.

Dicas de Hospedagem nesse Roteiro

Você pode reservar hotéis, pousadas, hostels e até casas de hóspedes através do Booking.com. Assim terá muitas opções para comparar e escolher a que vai te atender da melhor forma.

Envie você também a sua história

ATÉ ONDE VOCÊ FOI é o maior banco de histórias e experiências sobre a bicicleta e o ciclismo da internet brasileira. Para conhecer o projeto e enviar a sua história basta clicar aqui

Faça Cicloturismo com segurança

Tão bom quanto viajar de bike é retornar em segurança para planejar os próximos roteiros! Somos comprometidos com a segurança no cicloturismo e disponibilizamos 2 artigos especiais pra você conferir antes de colocar a bike na estrada:

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPedalando pela Costa Cearense em 1987
Próximo artigoDedo em Gatilho: um problema comum entre os ciclistas?
Até Onde VOCÊ Foi? é um projeto do blog que divulga histórias inspiradoras das pessoas e suas bicicletas. As primeiras pedaladas, sua última viagem de bike e muito mais. O texto é de autoria do leitor indicado no início do post, e as informações e opiniões contidas são de responsabilidade do mesmo. Que tal compartilhar sua história com milhares de leitores? Basta enviá-la para contato@ateondedeuprairdebicicleta.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA