Relato – Encontro Nacional de Cicloturismo 2010

5
331

Finalmente, a cereja do bolo

Vou tentar resumir aqui neste relato um pouco do que foi esse Encontro.

O lugar

O local do evento era lindo. Muita água, barcos. Fiquei na área de camping, mas hávia também a opção por quartos no hotel e casas. A comida era maravilhosa (achei que ia pedalar até no feriado e emagrecer… ledo engano) .

Os passeios

Os pedais eram leves (máximo 20km), em ritmo de passeio mesmo, pra conhecer o lugar e as pessoas. E os lugares eram lindos. No primeiro dia fizemos uma  pequena trilha que terminou à beira do lago, com o merecido refresco.

.
a turma reunida
Banho de lago à vista

No segundo dia fomos à antiga estação Jaguara, estação de trem desativada (e abandonada) com o declínio das atividades comerciais da região.

Chegando na antiga estação Jaguara: sombra e água fresca
Estação Jaguara

E no terceiro, mais uma trilha, dessa vez terminando em um pequeno sítio e fábrica de doces artesanais.

Chegada à fábrica de doces…
… e a galera se descontrolando com as delícias

As palestras

As palestras aconteciam a tarde e a noite. Gostei muito dos relatos de viagem, são uma injeção de ânimo daquelas. Ao final das palestras eu saia com uma vontade tremenda de pedalar por aí. Pensava pequenos roteiros perto de casa mesmo, outros mais distantes, pra colocar a bike na estrada.

Fábio (FES) na palestra sobre manutenção de bikes em viagens

Nas palestras sobre fotografia, dicas para viagens de bicicleta, e manutenção de bikes em viagens, as informações (e troca de informações) eram valiosas, especialmente pra mim, que nunca me liguei muito nessas coisas e só queria saber de subir em cima da bicicleta e sair pedalando. Nas próximas viagens já estarei mais ligado!

Encontro na essência da palavra

O mais legal de tudo é exatamente o encontro. Deviam ter por  volta de 100 pessoas, cada um com uma bike diferente, com histórias diferentes, visões diferentes sobre as bikes e as viagens.

Outra coisa legal é o esquema do evento. Colocar os cicloturistas em imersão, num ambiente super alto astral onde a bike é o interesse comum. Disse uma vez que quando um ciclistas “encontra” com outro na rua sempre há um aceno, um cumprimento solidário. Agora, imagina o nível de solidariedade e cumprimentos com tantos cicloturistas juntos. hahah! Era como uma reunião de 100 grandes amigos. Pessoas as vezes que mesmo sem saber o nome dividiam com você histórias, piadas, experiências, alguns kms de pedaladas e algumas cervejas.

Deixo aqui um abraço especial a todos que estiveram nesse Encontro.  Ao Rodrigo e Eliana, extensivo a todos do Clube de Cicloturismo do Brasil.  À toda a galera parceira de camping e aos colegas de pedal (são muitos, e não vou citar nomes pra não ser injusto).

Que venham muitos outros. Encontrar pessoas que gostam e fazem o mesmo que você é algo sensacional. Dá a idéia de que não somos ET’s, não estamos loucos em gostar de carregar a bike e sair pedalando por aí. Se não for isso, pelo menos é um sinal de que os loucos estão propensos a se reunir anualmente para partilhar um pouco da loucura com o colega. rsrs

Todo mundo junto! Fonte: Clube de Cicloturismo do Brasil

Que venham os próximos!

Veja também os primeiros dias dessa viagem:

.

Cicloturismo em Araxá (MG)

.

Cicloturismo: pedal Araxá 0 Parque Náutico da Jaguara (100km)

Quer mais dicas de roteiros para cicloturismo? Clique aqui e veja nossa lista completa de relatos de viagens.

 

5 COMENTÁRIOS

  1. salve salve meu irmão,
    mto bacana o relato do evento… o lugar é realmente mto bonito.
    isso que mais pedaladas venham.

    paz e bem..

  2. Cara muito legal teu site, estou gostando dos relatos da tuas experiencias com cicloturismo, um dia, vou conseguir ir também realizar este sonho,,, parabéns, que venha mais pedal.

DEIXE UMA RESPOSTA