Treinamento mental para ciclismo: como usar o poder da mente para o sucesso nas provas e treinos

3
740
óculos de ciclismo
Direitos autorais: ramonespelt / 123RF Imagens

O treinamento é algo fundamental na vida de qualquer praticante de esporte. Isso porque, será através dele que o atleta conseguirá conquistar melhores rendimentos e preparar seu corpo. E com o treinamento mental para ciclismo não é diferente.

Diferente do que muitos pensam, a formação de um atleta, principalmente os de elite, não se dá apenas pelo físico, o mental conta muito.

Grandes nomes do esporte trabalham a parte mental com o mesmo vigor que cuidam do físico, pois sabem que sem ela, é impossível evoluir. Os iniciantes, por não conhecerem essa necessidade, acabam a deixando de lado.

Você tem ideia do que é um treinamento mental? Já tinha ouvido algo sobre esse assunto?

Então acompanhe esse post, pois vamos falar bastante desse assunto que pode te ajudar a quebrar barreiras e melhorar seu desempenho nas pedaladas.

O treinamento mental para ciclismo

treinamento mental para ciclismo
Direitos autorais: julos / 123RF Imagens

Como você deve saber, o treinamento físico é fundamental para a prática de qualquer esporte. No caso do ciclismo, devemos seguir nossas planilhas de treinamento e trabalhar diversas características, como resistência, velocidade etc.

Pode parecer que é apenas isso, mas o treinamento mental para ciclismo também é muito importante. Afinal, se o seu corpo e a sua mente não estiverem caminhando juntos, o sucesso não acontecerá.

Quando você faz com que sua mente entenda que pode superar seus desafios, estará trabalhando seu psicológico para jogar ao seu favor.

Um profissional de Educação Física ou uma assessoria esportiva para ciclismo pode te orientar em práticas e, até mesmo, lhe instruir com bons exercícios para que você consiga treinar sua mente de forma adequada.

No ciclismo competitivo, independente da modalidade praticada, seu físico será exigido ao máximo. E esse tipo de exercício mental pode fazer com que você supere ainda mais os seus limites.

E treinar a mente não é algo muito complexo. Existem alguns exercícios mentais básicos que podem ser um ótimo ponto de partida pra você.

Confira nossa lista com 4 exercícios mentais que irão colaborar em seu treinamento.

4 Exercícios de treinamento mental para ciclistas

Exercício 1 – Dê atenção aos pequenos feitos

treinamento mental para ciclismo
Na lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte.

Esse é um daqueles exercícios mentais bem simples, mas que são capazes de colocar a sua mente focada no que você deseja.

Algumas pessoas costumam sempre focar em ações negativas. Por exemplo, se em um dia você não conseguiu cumprir a quilometragem costumeira, ou fica mais apreensivo por conta de pequenas dores musculares que ocorrem no percurso.

O desafio dos grandes ciclistas é procurar valorizar as ações positivas que já realizaram e não dar importância demais para as negativas.

Por exemplo, em uma prova de longa distância, não é muito mais interessante se orgulhar das marcas e do trajeto já realizado, do que focar demais no que ainda falta?

Não que você não tenha que se preocupar com a linha de chegada, mas valorizar demais isso, acaba fazendo com que seu desempenho caia.

Para treinar essa positividade diariamente, todos os dias, escreva no papel 3 situações positivas que ocorreram ao longo das últimas 24h. Isso fará com que sua mente sempre foque em valorizar algo bom.

Exercício 2 – Padrão mental de Phelps

Direitos autorais: torwai / 123RF Imagens

Essa técnica é utilizada por diversas modalidades esportivas, mas se tornou mais conhecida do grande público quando o treinador do nadador Michael Phelps utilizou esse exercício com ele na última olimpíada.

No caso de uma prova de bike, por exemplo, tudo o que você precisa fazer é mentalizar uma prova perfeita, onde tem um ambiente controlado. O ideal é que você faça todo o percurso de forma mental. Imagine seu ritmo de prova, cada curva, seu posicionamento junto aos outros ciclistas, seus pontos de alimentação e hidratação no caso de desafios ou provas de longa distância.

Para o treinador do nadador, esse exercício mental faz com que o atleta desenvolva todas os sentidos antes de realizar a ação e, com isso, torna algo que, antes lhe parecia um grande desafio, em algo familiar.

Faça essa nos dias que antecedem sua prova ou treino e não fique pensando em erros ou falhas.

Exercício 3 – Qual a melhor forma de comer um elefante?

Eu durante um pedal de 200km em Itabira – MG

Essa é uma técnica de exercício mental usada para o treinamento do exército americano, e é ótima para provas de longa distância e também para o controle da ansiedade.

Logo que os cadetes entram para a academia, um de seus treinadores lhe perguntam qual é a melhor forma de comer um elefante.

Eles querem ouvir as respostas para poder instruir a equipe para momentos de tensão. Muitos vão falar que começariam a comer por tal parte ou que cortariam todas elas, mas a resposta que se espera ouvir é: uma mordida por vez.

O que significa isso?

Que a chave para o sucesso de um grande desafio é não ir com muita sede ao pote. A melhor coisa a se fazer é segmentar as tarefas para que elas sejam realizadas, cada uma em sua vez.

Quando um atleta acha que ele precisa fazer tudo ao mesmo tempo, acaba confundindo a sua mente e, ao invés de fazer algo positivo, cria um obstáculo mental muito maior.

Faça de um treino ou mesmo uma prova, um jogo de pequenos desafios, onde você irá superando etapas em busca de algo muito maior.

Imagine uma prova de randonneuring, onde as distâncias podem variar de 200 a 600 quilômetros! A distância e o tempo de prova podem assustar no início. Seguindo essa técnica, você coloca pequenos desafios a serem concluídos. Pode ser aquela cidade que fica a poucos quilômetros da sua distância atual. Depois, a coxinha com coca-cola que quer tomar no bar da beira da estrada… e assim por diante, até completar seu desafio.

Exercício 4 – Técnica 4:4:4

Treinar ciclismo com pouco tempo
Direitos autorais: ammentorp / 123RF Imagens

Quando ficamos estressados ou muito ansiosos, mostramos ao nosso organismo que estamos em situação de perigo. Sendo assim, o nosso cérebro interpreta esses sinais como uma necessidade de estar preparado, para que assim, possamos escapar de qualquer mal que venha acontecer.

Para preparar nosso corpo, são liberadas altas doses de cortisol, adrenalina, noradrenalina e mais hormônios que mantêm nosso corpo acelerado. Por isso, que não conseguimos dormir ou mesmo relaxar.

Durante competições e provas de alta performance, esse nervosismo pode atrapalhar seu desempenho. Para esses momentos, a técnica do 4:4:4 irá lhe ajudar muito.

Se estiver em momentos de grande exigência física (como uma subida forte) talvez isso não seja possível, pois seu corpo será muito exigido. Mas se em algum momento da sua pedalada você sentir que algo não vai bem, inspire por 4 segundos, expire por 4 segundos e siga fazendo essa ação por 4 minutos.

Essa é uma técnica de exercício mental muito parecida com que é usada na prática de Ioga, mas que funciona muito bem em qualquer tipo de atividade física.

Quer saber mais sobre treinamento para ciclismo?

Vamos lançar ainda esse ano nosso serviço de planilhas de treinamento e assessoria para ciclistas. Para não perder essa e outras novidades, basta se inscrever em nossa Lista VIP de Treinamento para ciclismo. Te espero por lá!

3 COMENTÁRIOS

  1. Muito boas suas dicas e orientações pois estou treinando para chegar nos meus primeiros 100km num pedal só e encontrei respostas para varias situações que estou passando, apesar de já ter alcançado os 87km de bike mtb, um outro detalhe que encontro dificuldade são as montanhas que aproveitarei as dicas para superar as adversidades na subida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here