6 passos para organizar uma cicloviagem internacional

0
499
seguro de viagem para cicloturistas
Direitos autorais: naumoid / 123RF Imagens

Pedalar em terras estrangeiras é o sonho de muitos cicloturistas. Mas antes de sair pedalando em sua cicloviagem internacional, é preciso organizar algumas coisas como documentações e também fazer algumas escolhas.

Nesse post veremos alguns passos importantes para organizar a sua cicloviagem ao exterior. Concentramos aqui as dicas técnicas, mas ao longo do post (e no final) separamos links importantes com outros artigos que podem te ajudar.

5 passos para organizar uma cicloviagem internacional

1 – Defina seu tipo de cicloviagem: por conta própria ou com uma agência especializada em cicloturismo?

Pensando que cada pessoa tem uma preferência na hora de organizar a sua cicloviagem internacional, preparei dois posts bem completos, com as vantagens de organizar uma viagem por conta própria ou optar por uma agência especializada em cicloturismo.

É só conferir abaixo:

2 – Compra das passagens

cicloviagem internacional
Direitos autorais: vectomart / 123RF Imagens

No caso de viagens internacionais, eu gosto de pesquisar muito e comprar as passagens com bastante antecedência.

Eu pesquiso sempre nos sites das companhias. Começo a cerca de 10 meses antes, e vou acompanhando os preços. Caso veja uma promoção, faço a compra. De acordo com muitos blogs de viagens, os preços das passagens costumam estar mais baratos cerca de 120 dias antes da data pretendida para embarque.

Outra coisa: se você viaja fora da alta temporada – que acontece nas férias de julho ou de de dezembro a fevereiro – deve encontrar passagens mais baratas. Meu trabalho quase nunca me permite isso, então acabo viajando no período de férias tradicionais e pagando mais caro pelas passagens aéreas.

3 – Organizar a documentação de viagem

cicloviagem internacional
Direitos autorais: lonely11 / 123RF Imagens

A documentação de viagem pode variar dependendo do seu destino. Alguns países da América do Sul (filiados ao Mercosul) por exemplo, exigem apenas carteira de identidade.

O documento internacional de viagem mais exigido (e que eu recomendo) é o passaporte. Ele deve estar com validade de no mínimo 6 meses na data do embarque.

Alguns países (como os Estados Unidos, por exemplo), exigem também o visto de entrada no país. Organize-se para ter toda a documentação com boa antecedência e viaje tranquilo!

4 – Verifique a necessidade de tomar vacinas

Direitos autorais: mix3r / 123RF Imagens

Outra informação muito importante. Alguns países que passam por surtos de doenças e exigem vacinas para as mesmas. As mais comuns são Febre Amarela em países d América do Sul e África.

[Dica] O site da ANVISA possui uma seção de Saúde do Viajante. Basta clicar em “verifique as orientações para o País de destino”, inserir o país para onde pretende viajar e conferir as exigências ou recomendações de vacinas, sempre atualizadas.

5 – Faça o seu seguro de de viagem

criar roteiros de cicloturismo
Direitos autorais: wavebreakmediamicro / 123RF Imagens

Alguns países da Europa exigem o seguro de viagem de todos os turistas. E mesmo para países sem a exigência, é algo que sempre faço e recomendo. Algumas operadoras de cartão de crédito costumam oferecer o seguro “gratuito” caso a passagem seja paga integralmente com o cartão de crédito antes da data da viagem.

Porém, você deve estar atento à cobertura do seguro. Aqui no blog eu tenho um artigo muito visitado, sobre seguro de viagem para cicloturismo. Trata-se de um seguro com mais opções, que inclui a cobertura de prática esportiva e até resgate terrestre ou aéreo.

6 – Organize a sua hospedagem

Você deve escolher a sua hospedagem dependendo do seu estilo de cicloviajante. Se preferir acampar, pode pesquisar por campings e organizar o seu material (barraca, isolante, saco de dormir / redes etc.).

Além disso, pode optar também por hospedagem solidária, ser recebido em casa de amigos/parentes (dependendo do destino).

O mais comum no entanto é a escolha de hostels, B&B (bed and breakfast), ou hotéis. Nesse caso eu costumo utilizar os serviços do Booking.com.

Se quiser saber mais sobre Hospedagem para Cicloturistas, temos um post bem completo aqui no blog (só clicar e conferir).

Esse passo é necessário caso opte por organizar a sua viagem por conta própria (passo numero 1 desse post). Caso tenha escolhido algum roteiro elaborado por agência de cicloturismo, a hospedagem estará inclusa.

Dica final: alugar uma bike ou levar a sua?

Esse é um dos pontos que você pode escolher em uma cicloviagem internacional (e nacional também). Escrevi um post detalhando como funciona o serviço de aluguel de bicicletas para cicloturismo, trainning camp e granfondo.

Nele eu discuto as vantagens e desvantagens dessa opção em uma cicloviagem. Deixo você com essa dica final, que espero que te ajude no planejamento da sua viagem de bike.

DEIXE UMA RESPOSTA