Cicloturismo na Serra Gaúcha e Catarinense

55
24
.
Por Sérgio Mazzini
No final do mês de novembro 03 amigos resolveram montar uma viagem de aproximadamente 800 km pelas serras Catarinenses e Gaúchas. Pedalando Sérgio Mazzini, Álvaro dos Santos, Valfrid Renaldo Schönrock e Francisco Vinci (motorista do carro de apoio e Ciclista). A viagem teria inicio no dia 02 de janeiro e terminava uma semana depois.
Pois então bikes prontas, bagagem no carro e enfim dávamos inicio a nossa grande viagem pelo sul do País. Viagem com objetivo de conhecer novos lugares, novas culturas, tudo isso embarcado em cima de uma bicicleta.
.
.
Eram 05 da manhã do dia 02 de janeiro de 2011 quando em frente a minha casa (Sérgio) demos inicio a viagem. Nosso objetivo do primeiro dia era chegar a Lages, percorremos o interior de várias cidades, passamos por diversas serras, estrada de chão, asfalto com e sem acostamento, mas sempre atentos.
Chegando a Lages paramos para almoçar e descansar um pouco.
.
.
Já tínhamos pedalado mais de 130 km víamos que estávamos em boas condições de continuar e atravessar a divisa que ficava a mais uns 40 km.
Faltando poucos menos de 5 km para chegar a divisa uma forte chuva estava vindo em nossa direção. Infelizmente não conseguimos escapar e atravessamos a divisa o baixo de chuva.
.
.
Cicloturismo na Serra Gaúcha
Cicloturismo na Serra Gaúcha
Mas a chuva não estragou a alegria dos amigos. Paramos num bar para esperar a chuva parar, mas nada, então resolvemos tocar de carro até a cidade de Antonio Prado, RS.
Lá achamos um hotel barato com café da manhã incluso.
Cicloturismo na Serra Gaúcha
Cicloturismo na Serra Gaúcha
.
.
No Segundo dia nosso objetivo era chegar a Bento Gonçalves. Pelo caminho encontra pelas paisagens como cachoeiras. Atravessamos uma linda serra aonde descemos 12 km e subimos os mesmo 12 km pelo outro lado.
.
.
.
.
Terminando a Serra paramos em Nova Roma do Sul para tomarmos um café na casa desta senhora no qual fomos muito bem recebidos
.
.
De lá passamos por Farroupilha e até em fim chegarmos a Bento Gonçalves. Em Bento chegamos a uma fabrica artesanal que faz erva de chimarrão.
.
.
.
.
Deparamos com uma roda da Água na fabrica e aproveitamos para nos refrescar devido ao calor que fazia naquela tarde.
Logo em seguida fomos para o centro da cidade achar um hotel para passamos a noite e no dia seguinte tirarmos um descanso e passarmos pela cidade para conhecermos as vinícolas. Claro tudo de bicicleta.
.
.
No dia seguinte ai sim todos inclusive o motorista Chico pode ir com a gente pedalando pela cidade, paramos em diversas vinícolas para conhecer, paramos também para conhecer a Maria Fumaça que havia na cidade.
.
.
.
.
Tudo de bom em Bento Gonçalves, mas ti amos que continuar nossa viagem, no dia seguinte acordamos cedo e seguimos para Gramado, este dia foi um dos dias mais pesados devido as fortes serras e o calor que nos acompanhou. Saímos de Bento Gonçalves, passamos por Nova Petrópolis e até chegar ao final do dia em Gramado.
.
.
.
.
Em Gramado ficamos hospedados dois dias. Visitamos os principais parques a noite conhecemos o Natal Luz em Gramado no primeiro dia e no segundo visitamos os parques em Canela cidade visinha de Gramado e em seguida fomos para São Francisco de Paula aonde ficamos no Parque das 7 cachoeiras.
.
.
.
.
.
.
Para São Franscisco o Pedal foi mais tranquilo e mais curto, cerca de 44 km até la.
Em São Franscisco chegamos cedo e com isso fomos visitar as 7 cachoeiras do parque. Segundo a proprietária levaria mais de um dia. Mas como nosso tempo era curto conseguimos fazer na parte da manhã do dia seguinte.
.
.
.
.
Terminando o passeio para as cachoeiras arrumamos nossas coisas e fomos para Cambará do Sul aonde visitaríamos os Parques Nacionais Aparados da Serra e Serra Geral. Parte deste trajeto fizemos de carro devido ao mal estado da rodovia sem acostamento. Chegando em Cambara nos hospedamos e no dia seguinte acordamos cedo e fomos para o Cânion Fortaleza em seguida para o Cânion Itaimbezinho. Neste segundo cânion tivemos o primeiro pneu furado em toda a viagem. Visitamos as duas trilhas do Itaimbezinho e seguimos para Serra do Faxinal e depois Praia Grande ande ficaríamos mais uma noite.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Devido ao Mal tempo resolvemos tocar de la de carro até Lauro Mullher aonde terminariamos o nosso último dia de pedal na Serra do Rio do Rastro. La achamos um hotel barato nos pés da Serra e com um visual de tirar o folego.
.
.
.
.
.
.
Foram 8 dias de Pedal, mais de 750 km pedalados com média de 93,75 km/dia, total de 1200 km ( com transporte de carro).
Principais cidades por onde passamos:
Rio do Sul, Lages, Antonio Prado, Farroupilha, Bento Gonçalves, Gramado, Canela, São Francisco de Paula, Cambará do Sul, Praia Grande, Lauro Müllher e Bom Jardim da Serra.
Todas as fotos você pode encontra neste link do Facebook clicando aqui

[Nota do blog:] se você vai pedalar pela Serra Gaúcha pode conferir uma lista de albergues, campings, hotéis e pousadas aqui

Quer mais dicas de roteiros para cicloturismo? Clique aqui e veja nossa lista completa de relatos de viagens.

ATÉ ONDE VOCÊ FOI É O MAIOR BANCO DE HISTÓRIAS E EXPERIÊNCIAS SOBRE A BICICLETA E O CICLISMO DA INTERNET BRASILEIRA. PARA CONHECER O PROJETO, ENVIAR A SUA HISTÓRIA E CONCORRER A PRÊMIOS BASTA CLICAR AQUI

55 COMENTÁRIOS

  1. Show de pedal!!! Parabéns meninos, isso que é vida! Curtir a nossa linda Natureza – o Sul é demais, lindas paisagens, pessoas maravilhosas!

  2. Que legal Sérginho.. sempre com lindas fotos e boas aventuras.. parabénssssss!!!

  3. parabens sergio lido de mais e prova que podemos conheser muitos lugares em sima de uma bicicleta sem poloir o nosso ar

  4. Excelente relato, Sérgio. As fotos ficaram muito boas, deram uma sensação bem próxima de como foi toda a viagem. Parabéns

  5. Daora! A serra catarinense por sí só é incrível, agora fazer tudo isso com os amigos é indescritível! Parabéns aí pessoal, mandaram muito bem!

  6. Parabéns pelo pedal, pretendo fazer algo parecido nos próximos meses, mais nao será tao ”puxado” quanto o de vocês,pois irei sozinho e sem carro de apoio, mais a intenção é a mesma, conhecer lugares,culturas e pessoas novas, Abraço

DEIXE UMA RESPOSTA