Conheça mais sobre o BMX Dirt Jump

0
651

O Dirt Jump é uma das cinco modalidades do BMX (ou bicicross), praticado em rampas de terra e com manobras de impressionar qualquer um. É um dos estilos mais difíceis, sendo preciso ter muita coragem, habilidade e persistência no processo de aprendizado. Caracterizado pelo radicalismo, com as manobras de alto risco, o Dirt Jump é uma modalidade muito bacana para assistir. Rola até aquele friozinho na barriga com as sequências de saltos e manobras.

As rampas de terra podem variar de tamanho dependendo da competição, tendo tamanho e distâncias variadas. Também podem ser rampas únicas, doubles ou trails, que são as rampas em sequência. Quanto maior a inclinação de uma rampa, maior o voo e mais tempo entre um salto e outro para o ciclista.

O grande desafio dos praticantes do Dirt Jump é realizar a manobra perfeita, o que demanda muito esforço e treino dos bikers. Nas competições é levada em consideração a altura alcançada pelo atleta, a dificuldade, o estilo, a criatividade e perfeição da manobra. Junto a tudo isso, não podemos nos esquecer de que é essencial o uso de equipamentos de segurança durante a prática da modalidade.

Até Onde deu Pra Ir de Bicicleta - Especial Ciclismo Modalidades - BMX - Dirt Jump

Origem do Dirt Jump

A modalidade surgiu nos Estados Unidos, em meados da década de 1970, quando pilotos de BMX começaram a executar manobras e saltos durantes as provas, tentando atrapalhar outros competidores. Com a proibição de manobras durante as competições, surgiu a modalidade Dirt Jump, que a cada dia ganha mais adeptos pelo mundo.

Curiosidades do Dirt Jump

Já sabemos que o Dirt Jump é uma modalidade muito perigosa do BMX, o que requer muito treino e coragem de seus praticantes. Listamos aqui algumas curiosidades do esporte:

  • O brasileiro Douglas Leite de Oliveira, o Doguete, registrou o maior salto aéreo da competição Go Pro Big Air, realizada em Foz do Iguaçu, no Paraná, no ano de 2013. Douglas atingiu incríveis 6,7 metros de altura;
  • O piloto Jed Mildon, da Nova Zelândia, resolveu realizar seu sonho de criar a maior rampa de Dirt Jump do mundo, para tentar quebrar recordes mundiais da modalidade. Ele começou o trabalho em 2013 e você pode conferir a trajetória do biker na série realizada pelo Red Bull, Dirt Dogs. Seu principal objetivo é realizar o 1º triplo backflip de BMX numa rampa de 60 pés de distância;
  • É regra para os praticantes do Dirt Jump que todos ajudem na construção e manutenção das rampas de treino. O trabalho colaborativo é sempre destacado por quem já pratica o esporte.
  • No Brasil, a cidade de Carapicuíba, em São Paulo, é conhecida como o coração do Dirt Jump. Chamada carinhosamente de Caracas pelos pilotos, a cidade hospeda há mais de 15 anos gerações do BMX nacional. Para saber mais, acesse a matéria sobre o ponto no site XGames.

Bike para Dirt Jump

A bike certa para quem deseja praticar o Dirt Jump deve ser forte e resistente o bastante para aguentar os impactos das manobras. A modalidade pode ser praticada com bicicletas de BMX, de aro de 20 polegadas ou de MTB, de 26 polegadas.

Não se esqueça de ver os outros posts do nosso Especial Ciclismo: Modalidades e conhecer outras formas de ciclismo!

DEIXE UMA RESPOSTA