Minha bicicleta, minha superação

0
304
Foto: acervo pessoal Fabrício Barreto

Por Fabricio Barreto Vilete

Meu nome é Fabricio, moro em São Fidelis – no interior do estado do Rio de Janeiro – e tenho 32 anos. Minha história de bike não vem acompanhada de muitos kms, mas vem acompanhada de muita emoção, determinação e superação. Sou deficiente físico, tive paralisia infantil e fiquei com sequelas nas pernas. Muitos disseram que eu não andaria, tive dificuldades em entrar na escola e ser aceito pelas outras crianças. Aos 6 anos meu pai comprou uma bicicleta pra mim. Olhei com olhar triste pois não andava direito nem com as próprias pernas, imagine em uma bicicleta. Foi quando meu pai me disse “não desista antes de tentar”. Ali descobri um novo mundo.

Hoje prático mountain bike e uso uma bike normal sem adaptação. Minha cidade é rica em montanhas a cada dia me supero, sempre tento ir além e me superar. Se a pé eu sou limitado, na minha bike me sou igual a todos. A bike me proporcionou imagens lindas, fui a lugares onde pessoas sem nenhum problema imaginavam ir. A bicicleta me mostrou que sou capaz, me ensinou a viver melhor e mais feliz. Tenho orgulho em dizer: “SOU CICLISTA”.
Lembre-se: o seu maior desafio é você mesmo. Você escolhe vencer, superar seus limites, ou você pode ficar quieto vendo o tempo passar.

Foto: acervo pessoal Fabrício Barreto
Foto: acervo pessoal Fabrício Barreto

Obrigado por lerem minha história de ciclista.

Envie você também a sua história

ATÉ ONDE VOCÊ FOI é o maior banco de histórias e experiências sobre a bicicleta e o ciclismo da internet brasileira. Para conhecer o projeto e enviar a sua história basta clicar aqui

COMPARTILHAR
Artigo anteriorUm pedal de fé e gratidão
Próximo artigoConheça mais sobre o BMX Dirt Jump
Até Onde VOCÊ Foi? é um projeto do blog que divulga histórias inspiradoras das pessoas e suas bicicletas. As primeiras pedaladas, sua última viagem de bike e muito mais. O texto é de autoria do leitor indicado no início do post, e as informações e opiniões contidas são de responsabilidade do mesmo. Que tal compartilhar sua história com milhares de leitores? Basta enviá-la para contato@ateondedeuprairdebicicleta.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA