De Imbituba (BRA) a Bernardo de Irigoyen (ARG)

1
4

Por Cesar Augusto Chiochetta

Mais de 800km de bicicleta atravessando o estado de Santa Catarina, do litoral a fronteira com a Argentina.

O que começou sendo brincadeira durante uma conversa se tornou uma grande aventura e mais um desafio concluído. Alexander Machado de Oliveira (@alexmaoli), de Xanxerê, Eduardo Areias Melo (@dumelodu), de Florianópolis, e eu, Cesar Augusto Chiochetta (@cesarchiochetta), de Pato Branco-PR, percorremos 812,8 Km em uma viagem que durou o total de 89 horas.  Saímos de Imbituba-SC na segunda-feira (18), atravessamos o estado e chegamos ao destino final, a cidade de Bernardo de Irygoien, cidade da Argentina que faz fronteira com o Brasil, na madrugada da sexta-feira (22).

0008

Alexander tem 35 anos e pedala há três. Ele participa com frequência de provas de longa distância e foi numa delas, conhecida como Audax, que ocorreu em Balneário Camboriú, que conheceu Eduardo, durante um percurso de 200 Km e, na sequência eu os conheci, em uma prova de 300 Km. Depois, nós três participamos de um desafio de 400 Km, onde pedalamos por um tempo juntos. Pronto, foi o suficiente para começarmos uma grande amizade.

IMG_1884

Eduardo conversando com Alexander disse que tinha a ideia de ir pedalando de Florianópolis para Xanxerê. Alexander brincou “se tu vem pra Xanxerê pedalando, eu vou pra Florianópolis e ai viemos juntos”. Passado alguns dias conversaram novamente sobre o assunto e aí o Alexander comentou “já que vamos até Xanxerê, por que não vamos até a Argentina? São só mais 200km” e ele concordou. Foi ai que eu entrei na jogada, como já nos conhecíamos, resolveram me convidar , segundo eles, já que sou tão doido quanto eles. E eu topei!

A AVENTURA

A largada do desafio foi dada na segunda feira (18). Saímos de Imbituba, no litoral catarinense, e ainda no primeiro dia subimos a incrível Serra do Rio do Rastro e encerramos o dia em São Joaquim. Na terça-feira (19) saímos de São Joaquim, passando por Lages e pegando a BR-282 até a cidade de Campos Novos. Na quarta-feira (20) Saímos de Campos Novos, almoçamos em Joaçaba e fomos até Xanxerê. A reta final ocorreu na quinta-feira (21), onde percorremos os últimos 200km, saindo de Xanxerê e chegando a Bernardo de Irigoyen, fronteira entre Brasil e Argentina, a 1h da madrugada de sexta-feira (22). No total a viagem durou 89 horas sendo que foram aproximadamente 36 horas pedalando.

IMG_2003

Para a logística de nossa bagagem, despachamos por ônibus todas as manhãs, antes de sair para a estrada, e retirávamos a noite, antes de ir para o hotel/pousadas.

Com exceção do ultimo dia que tivemos carro de apoio, nós evitamos pedalar muito a noite, tínhamos receito de acidente. O pior trecho que pegamos foi entre Campos Novos e Xanxerê, onde a estrada estava bastante movimentada. Foi uma semana de tempo excelente, pegamos sol todos os dias. Tivemos apenas um pneu furado, tínhamos levado mais de 10 câmeras reservas.

20160121_202234

Somos atletas que já estamos acostumados com desafios de longa distância, para fazer uma coisa dessas, além de um bom preparo físico, você precisa estar muito preparado psicologicamente. O apoio da família e amigos é essencial, presente ou não, com uma mensagem de apoio, querendo compartilhar do momento que estamos vivendo, são coisas que nos davam forças.

Ao chegarmos no destino final, depois de muita emoção, sorrisos, fotos e vídeos, fomos tentar descansar no hotel. No dia seguinte aproveitamos para fazer algumas compras na Argentina e voltamos cada um para sua cidade.

20160122_005638

E se alguém aqui acha que por um bom tempo, nada de desafios “malucos”,  como a maioria das pessoas que encontramos no caminho disseram, estão bem enganados. Nós já pensamos em fazer outra viagem, já temos várias opções. A mais desafiadora até o momento, dessa vez será partindo da fronteira, na cidade de Bernardo de Irigoyen, até Buenos Aires, capital da Argentina. Tudo bem que ainda não tem data definida, mas garantimos que não levará muito tempo.

IMG_1810

Esse foi, até então, o maior desafio que enfrentei de bike, tanto pela altimetria acumulada e pela distância, pelo fato de fazermos a maior parte sem carro de apoio. Foi uma experiência única, mostra que viajar pedalando, traz a sensação de que você é capaz de ir sempre mais além.

[Nota do blog:] se você vai pedalar pelas cidades desse roteiro, pode consultar campings, hostels, pousadas e hotéis nos links abaixo:


ATÉ ONDE VOCÊ FOI É O MAIOR BANCO DE HISTÓRIAS E EXPERIÊNCIAS SOBRE A BICICLETA E O CICLISMO DA INTERNET BRASILEIRA. PARA CONHECER O PROJETO, ENVIAR A SUA HISTÓRIA E CONCORRER A PRÊMIOS BASTA CLICAR AQUI

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA