Luvas para ciclismo: saiba escolher as melhores

4
9
presentes para ciclistas
Dicas de presentes para ciclistas: luvas

Atualizado em 18/08/2015

Hoje vou falar sobre um acessório que eu considero muito importante para todo ciclista, mas que muitas vezes não recebe a atenção merecida: as luvas para ciclismo. Alguns acham o seu uso desnecessário, outros ainda acham que o uso de luvas está ligado apenas a questão da segurança do ciclista – o que já é muito importante, é claro.

Além de proteger as mãos no caso de um tombo indesejado, as luvas servem também para o conforto do ciclista ao segurar o guidom, especialmente em pedaladas de longa distância e em terrenos acidentados.

Quando comecei a pedalar, ainda inexperiente, não usava luvas, e à medida em que ia passando mais tempo no pedal, foram aparecendo os calos nas mãos. Foi aí que comecei a usar as luvas, o conforto nas pedaladas aumentou, e os calos foram diminuindo!

Separei abaixo algumas dicas que podem ajudar vocês na escolha da luva ideal para pedalar. As dicas são também baseadas na minha experiência de pedal, e de alguns pares de luvas já consumidos ao longo das pedaladas… Vamos lá!

Primeira escolha: luvas fechadas ou “meio dedo”?

luvas para ciclismo
Luva fechada
luvas para ciclismo
Luva meio dedo

Esse deve ser o primeiro ponto, e talvez o mais complexo para pensar na hora de escolher suas luvas. Do ponto de vista da segurança, as luvas fechadas são mais interessantes. Falo isso por experiência própria, pois já utilizei luvas “meio dedo” (abertas) e infelizmente me machuquei exatamente na parte do dedo que a luva não cobria. Por outro lado, as luvas abertas são mais indicadas para o verão, por ventilarem mais. Por causa desse incidente que mencionei, já fazem alguns anos que eu só pedalo com luvas fechadas, independente do tempo. Além disso, atualmente já temos luvas de ótima qualidade que dão mobilidade às mãos do ciclista, possuem materiais mais leves e que não esquentam tanto, além de protegerem muito bem no caso de necessidade.

Material x O uso da luva

luvas para ciclismo
Luvas com proteção reforçada nos dedos e costas das mãos

Outro fator que você deve levar em consideração é o uso que fará das luvas. Quanto mais extrema a modalidade e a possibilidade de quedas, maior deve ser a qualidade da luva e o reforço de seus materiais. Se você vai praticar downhill, mountain bike etc, pode optar por luvas com reforço na região dos dedos, costas das mãos e palmas. Se vai optar por uma atividade mais recreativa, de baixa velocidade, pode também escolher um modelo mais simples e leve. Mas lembre-se: a proteção na palma da mão é muito importante, e ajuda no conforto da pedalada, pois fica em contato direto com o guidão da bike.

Conservando as suas luvas

Pedalar utilizando luvas (abertas ou fechadas) geralmente aumenta a transpiração das mãos, e o suor e umidade acabam ficando no material. Para aumentar a vida útil das suas luvas, eu recomendo pendurá-las em um varal, ou deixar em local bem arejado depois das pedaladas. De tempos em tempos (de acordo com a intensidade do uso), é legal lavar as luvas também. A maioria delas foi feita pra aguentar chuva, lama etc. Então pode lavar a vontade!

Além disso, preste bastante atenção no reforço das costuras, pois com o uso as luvas vão se desgastando naturalmente, mas se as costuras forem frágeis elas vão se abrindo.

ONDE COMPRAR LUVAS PARA CICLISMO

As luvas mostradas nesse post (e outros modelos diferentes) você pode encontrar nos sites abaixo com preços atualizados:

 Preços de luvas para ciclismo na Centauro

 

Espero que tenha ajudado na escolha da sua próxima luva! Aproveite e conte sua experiência pra gente: você prefere luvas fechadas ou “meio dedo”?

Clique aqui e veja outras dicas para pedalar

4 COMENTÁRIOS

  1. Uma luvinha faz falta mesmo heim Andrezão,hehehe. Eu que o diga naquela odisséia rumo a Paraty. Não escutei o mestre e me dei mal,fui salvo pelo mercadinho. Não me lembro de ter gasto R$ 5,00 tão bem na minnha vida.

    Parabéns pelo BLOG Andrezão, quando Tarcila me falou de suas conquistas fiquei com uma enorme satisfação e orgulho de um dia ter compartilhado pedaladas com você.

    grande abraço meu amigo.

  2. E o mais engraçado é que só comprou a luva no último dia da viagem! hahaha

    Cumpadre muito obrigado pela força, espero que possamos pedalar mais vezes, em muitas outras viagens. Um grande abração!

  3. Cara, obrigado pelas dicas.

    Eu tinha uns calos desde que era moleque e andava direto de bicicleta. Parei com a bike e parti para os trens e ônibus, ou seja: calos sendo forçados o tempo todo.

    Um tempo atrás, voltei a andar de bicicleta, com as “do Itau”, no RJ. Vou do trabalho para a faculdade, fazendo um esforço considerável em subidas e “esticadas”, forçando ainda mais os calos.

    Agora dei uma procurada no Google e apareceu seu blog. Vou providenciar boas luvas assim que possível.

    Vou comprar uma “meio dedo” mesmo, por enquanto. Além de esse tempo estar quente demais, ela protege as partes que, no momento, andando há uns meses sem luvas, estão sendo mais castigadas.

    Vlw pela ideia o/

DEIXE UMA RESPOSTA