Dica: usando o espelho retrovisor no cicloturismo

6
503
Bicicleta com espelho retrovisor

Usar ou não usar espelho retrovisor no cicloturismo? Essa é uma pergunta que muitos viajantes de bicicleta já devem ter feito em algum momento. Desde a minha última cicloviagem pela Estrada Real já pensava em escrever esse post, pois foi a primeira vez que viajei utilizando um espelho retrovisor.

Como o espelho retrovisor é um equipamento obrigatório para a bicicleta, poderíamos pensar que esse não seria um ponto a ser discutido. Mas em conversas com outros amigos ciclistas, percebo que o uso do espelho retrovisor ainda é visto com resistência por alguns deles.

Veja também nosso Post-Guia sobre espelho retrovisor para bike

Então, ao invés de dizer que devemos usar o espelho retrovisor no cicloturismo por se tratar de um equipamento obrigatório, vou descrever algumas situações em que ele me foi muito útil na cicloviagem:

  • Nas estradas de asfalto (muitas delas sem acostamento), o espelho retrovisor ajudou muito a controlar a aproximação dos carros. Nas retas podia ver os veículos se aproximando desde uma boa distância, e isso ajudava a me colocar na estrada de forma mais segura.
  • Ainda no asfalto. Nas descidas ou em momentos nos quais a bicicleta alcança boa velocidade, o barulho do vento é tão grande que nos atrapalha a perceber e escutar a aproximação de veículos. O vídeo abaixo nos dá uma ideia disso. Com o retrovisor na bike, podemos acompanhar com segurança a chegada e aproximação dos veículos quando as condições de audição são baixas.

  • Mesmo nas trilhas ou estradas de terra pouco movimentadas, o espelho teve a sua utilidade. Como viajei acompanhado, quando estava a frente de meu amigo, uma olhada no retrovisor me ajudava a perceber sua distância, sem que precisasse virar o rosto.
  • Nas cidades pelas quais passamos, vale o uso do espelho dentro do que estamos acostumados no meio urbano: observar os carros que se aproximam ou ultrapassam o ciclista, ver as situações de trânsito etc.

Ou seja, o uso do espelho retrovisor reduz muito a nossa necessidade de olhar para trás quando estamos pedalando, e deixa a cicloviagem bem mais tranquila. Mas essa tranquilidade não deve ser sinônimo de desatenção. É claro que olhadas eventuais são necessárias (o espelho pode dar uma ideia as vezes limitada do espaço).

A escolha do espelho retrovisor é algo importante. Depois de muito conversar com pessoas que já experimentaram diversos tipos, optei pelos modelos da Cateye (que você pode ver aqui), e estou bem satisfeito.

Veja também outras dicas para pedalar

Gosta de viajar de bicicleta? Veja nossos posts sobre cicloturismo

6 COMENTÁRIOS

  1. Pra mim, o retrovisor é o item de segurança mais importante da bicicleta, mais até do que o capacete! Se os carros não tirassem tantas finas, talvez não seria tão essencial.

  2. Eu Márcio e Francisca minha mulher, viajamos pelo interior do RN com nossas bicicletas, sempre usamos o espelho retrovisor, primeiro por ser obrigatório por lei e segundo por trazer um conforto e segurança ao pedalar, acho que todos deveriam aderi a idéia.

  3. Concordo com você Pedro! A atitude dos motoristas, que devem ultrapassar a bicicleta respeitando a distância de segurança de 1,5m é fundamental! Um grande abraço e boas pedaladas!

  4. Muito legal Márcio! Acho que trocas de experiência como essas podem incentivar outros ciclistas a experimentarem e aderirem ao espelho retrovisor. Qualquer dia vou pedalar aí pelo RN! Um grande abraço!

  5. Possíveis situações de risco podem ser evitadas com o uso do espelho retrovisor na bike.
    O movimento de olhar o retrovisor e olhar para a frente é um excelente exercício para os olhos.
    Tente andar em sua moto ou carro sem o retrovisor. Por que não usá-lo na bike?

    Também considero um item de segurança fudamental.
    Não sei pedalar sem ele.

  6. Bem interessante… Poderia ter colocado mais fotos para vermos o resultado final visualmente na bike.
    Excelente post
    Abraços
    Luís Gustavo
    bicicletapartiu.blogspot.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA