Farol para bicicleta: saiba escolher o melhor modelo pra não ficar no escuro

4
1627
Farol para bicicleta Bontrager ION 350
Farol Bontrager ION 350 R Recarregável Via USB - 350 Lumens

Na hora de pedalar à noite, uma das principais dúvidas é sobre o farol para bicicleta. Afinal, quais são os pontos que precisam ser considerados para essa escolha? Existem diferenças nos modelos? A intensidade de luz é algo importante?

Se você também compartilha de todas essas dúvidas (e muitas outras), continue a leitura deste artigo e aprenda como escolher o farol para bicicleta e aproveitar com muito mais segurança as suas pedaladas noturnas.

Conceitos fundamentais para escolher o farol para bicicleta

Farol Cateye HL-EL 600RC

Na hora de escolher um farol para bicicleta, é comum que você se depare com vários termos que podem parecer bem complexos. Entender do que cada um trata é primordial para que você possa escolher o farol que mais se adeque as suas necessidades.

Assim, nós separamos alguns conceitos básicos que você precisa entender:

  • lux: é a quantidade de luz em uma área determinada. Justamente por isso, essa é uma das informações mais relevantes sobre o farol. Lembre-se, contudo, que o lux é variável conforme a área, demonstrando a “potência” do farol em iluminar uma quantidade de m²;
  • lúmen: é o valor luminoso referente à quantidade de luz que é emitida por uma lâmpada (em todas as direções);
  • candela: é a unidade da intensidade luminosa, indicando a quantidade de luz emitida em uma determinada direção do feixe.

Entender esses conceitos é muito importante para que você consiga comparar os faróis.

Quais os tipos de faróis existentes?

Kit cubo dínamo + farol Exposure Revo

Para quem já pedala há algum tempo, a evolução dos faróis é algo bem conhecido. Na década de 70, era comum encontrar apenas os faróis com dínamo, que costumavam iluminar muito acima dos 20 km/h, porém contavam com vários inconvenientes, como esforço extra no pedal, lâmpadas com voltagens maiores que o dínamo, iluminação fraca em baixas velocidades e assim por diante.

Com a evolução da tecnologia, muitos outros modelos apareceram. Contudo, é preciso ponderar alguns pontos, como a potência da iluminação e o tempo de duração da bateria, já que no caso de viagens, por exemplo, pode ser necessário recarregar diariamente o dispositivo.

Alguns modelos existentes no mercado hoje são:

  • faróis com lâmpadas LED: oferecem uma iluminação eficiente e com bom custo-benefício;
  • faróis com dínamo: embora eles remetam a década de 70, muitas bicicletas novas contam com faróis embutidos com essa tecnologia mais evoluída. O sistema de iluminação funciona conforme o ciclista pedala.
Farol com carregamento USB Mobele 1000

Entre os faróis de LED, contudo, também existem diferenças, como os LED de alto brilho, uma tecnologia antiga e que não oferece uma iluminação muito eficiente (são usados com frequência nos faróis com 3, 5 ou até 8 LEDS) e os LEDS de alta potência, que iluminam mais, mas também consomem muito mais energia.

Iluminação de segurança da bicicleta

Lanterna Traseira Bontrager sem Fio Flare RT

Além do farol para bicicleta, outro ponto que merece atenção do ciclista que vai começar a pedalar à noite é em relação à iluminação de segurança da bicicleta, que objetiva deixar a bicicleta mais visível para os demais motoristas.

Por padrão, o recomendável é o uso de uma luz intermitente (que fique piscando rápido) em vermelho na traseira da bicicleta e em branco na dianteira. Além disso, você pode investir em outras formas de se tornar mais visível, como usando faixas reflexivas na mochila, roupas de cores mais chamativas e também pedalando em grupo.

Onde comprar meu farol para bicicleta?

Depois de ler todas essas dicas, você já está mais seguro para comprar o seu farol para bicicleta? Nos links abaixo você confere diversos modelos com preços atualizados:

E, então, depois dessas dicas, ficou mais fácil se decidir pelo farol para bicicleta e aproveitar melhor os seus passeios noturnos? Se você ainda tem alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!

4 COMENTÁRIOS

  1. Não vi absolutamente nada de útil no artigo. Saber que tipos de faróis existem não me ajuda a decidir qual o melhor em função do meu tipo de uso. Perdi tempo com a leitura.

  2. Olá Marcos, obrigado por seu comentário.
    Nossos Guia de Produtos tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informações sobre os produtos para que os leitores possam fazer as suas escolhas. No caso do farol, o artigo apresenta as unidades de medida de iluminação e os tipos de farol para bike. Acreditamos que essas informações associadas ao tipo de uso que o ciclista quer fazer, podem indicar o melhor modelo de farol a ser utilizado.

    Se você ainda tem dúvidas e não sabe qual farol escolher, basta comentar aqui sobre o tipo de uso que você faz da bike à noite que te faço uma indicação. Se usar muito, por longos períodos e tiver dinheiro pra investir, vá de dínamos. Se usar por curtos períodos, um de bateria deve resolver.

    E lembre-se: nesse mundo atual no qual pouquíssimas pessoas lêem, nenhum tempo com leitura é desperdiçado 😉

    Um abraço e boas pedaladas noturnas,

  3. André, bom dia.

    Acho que fui revoltado demais.. Coisas de Internet.
    Quando comecei a buscar as informações esperava encontrar uma orientação mais específica e não encontrei, por isso me desapontei. De qualquer forma, obrigado pela disponibilidade e envio o meu caso específico, se puder me orientar, ficarei grato!
    Pretendo pedalar a noite em grupo e em cidade. Locais geralmente bem iluminados, de modo que acredito que minha intenção deva ser mais a de ser visto do que a de iluminar o caminho.

    Mais uma vez, obrigado pela pronta resposta e desculpe o tom “revoltadinho de internet”. Tomarei mais cuidado daqui pra frente.

    Abraços!!
    Marcos

  4. Marcos, sem problemas!

    Para o seu uso eu recomendo esses faróis de led com 3 modos de luz: forte, fraca e intermitente (pisca) que estão bem populares. Para a cidade será muito bom. Não sei em qual cidade mora, mas tem tanto as versões “genéricas” (made in China) que são mais baratas quanto as de marca (também made in China hehehe).

    Um grande abraço e boas pedaladas iluminadas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here