Treinamento para cicloturismo: como se preparar para uma viagem de bicicleta

0
42
Direitos autorais: mihtiander / 123RF Imagens

O treinamento para cicloturismo é um dos assuntos sobre os quais mais recebo perguntas, seja aqui no blog, ou nos cursos e palestras das quais participo. Isso porque ainda existem algumas dúvidas e até polêmicas sobre o assunto.

Com base nisso, resolvi escrever esse post com informações sobre como se preparar para uma viagem de bicicleta. Primeiro, vou apresentar e esclarecer um mito que ainda atrapalha algumas pessoas a pensarem sobre o treinamento para cicloturismo.

Depois, apresento as vantagens do cicloturista bem condicionado e no final do post dou 4 dicas de treinamento para você utilizar na sua preparação para viajar de bicicleta.

Um mito sobre treinamento para cicloturismo

Treinamento para cicloturismo
Direitos autorais: mihtiander / 123RF Imagens

Você não precisa treinar para fazer uma viagem de bicicleta. Você vai ganhando condicionamento durante a própria viagem.

Infelizmente ainda vejo essa afirmação em alguns fóruns sobre cicloturismo na internet. Na minha opinião, esse tipo de pensamento pode atrapalhar muitas pessoas que querem viajar de bicicleta.

Devemos ser corretos ao esclarecer essa afirmação. Na minha opinião, o único caso no qual você poderia dispensar o treinamento seria nas grandes cicloviagens. São cicloturistas que viajam por longos períodos, percorrendo grandes distâncias. Nesses casos, a própria dinâmica desse tipo de cicloviagem já propicia as adaptações físicas e fisiológicas do treinamento esportivo.

O fato de o treinamento poder ser dispensável (nesse caso de grandes cicloviagens) não quer dizer que não seria benéfico.

Cicloturismo não é esporte. Mas isso não quer dizer que você não precise treinar

Treinamento para cicloturismo
Direitos autorais: naumoid / 123RF Imagens

No cicloturismo não temos competição, não temos medalha e nossa única preocupação deveria ser a de aproveitar ao máximo as pedaladas e os locais que visitamos.

Mas, por ser uma atividade de lazer que envolve o componente físico, precisamos estar minimamente bem condicionados para viajar de bicicleta.

Ou seja, você vai tomar a sua cervejinha (caso seja a sua preferência), vai parar sempre que quiser para fotografar ou descansar, vai aproveitar a culinária dos locais por onde pedala… Mas vai precisar de um condicionamento físico que lhe permita realizar a atividade com prazer e segurança.

As vantagens do cicloturista bem condicionado

cicloturismo: quantos km pedalar por dia
Direitos autorais: aaabbbccc / 123RF Imagens

E é justamente por isso que o cicloturista bem condicionado consegue aproveitar melhor as suas viagens.

O bom condicionamento pode ser a diferença entre chegar ao final do dia de pedal com energia para aproveitar o seu destino, ou em chegar “morto” só querendo um banho quente e dormir.

Ou seja, o cicloturista bem condicionado aproveita muito mais o ciclo (curtindo a pedalada, conseguindo pedalar maiores distâncias e se cansando menos) e também o turismo (está mais descansado e ainda tem energia para aproveitar os destinos).

Aqui no blog nós temos o Curso de Cicloturismo – Planejamento e Treinamento. O curso tem 8 horas de duração (4 para a parte de planejamento e 4 para a parte de treinamento) e tem como objetivo ajudar cicloturistas que pretendem fazer viagens autônomas de bicicleta. É também uma boa dica se você quiser saber ainda mais sobre o assunto.

Agora que você já sabe a importância do treinamento para cicloturismo, confira algumas dicas de treinamento para você se preparar para suas viagens de bicicleta

4 dicas de treinamento para cicloturismo

1 – Mantenha a regularidade das pedaladas

cicloturismo em estrada de terra
Eu em cicloviagem por Gonçalves (MG). Estrada de terra batida em ótimo estado. Foto: Marcos Adami.

Procure pedalar pelo menos 3 vezes por semana. Nesse caso, utilizar a bike como meio de transporte e para as atividades do dia-a-dia pode ser uma ótima estratégia para manutenção do condicionamento físico.

2 – Faça pequenas cicloviagens

O Pneu Specialized All Condition Armadillo experimentando estradas de terra...
Pedal de Belo Horizonte a Taquaraçu de Minas: +- 112km

Pequenas cicloviagens podem servir como treino e experiência para projetos maiores. As vezes chamar de treino dá a impressão de uma atividade chata e repetitiva.

Mas imagine realizar pequenas cicloviagens nos finais de semana (1 dia ou 2) com pedaladas de média e longa distância? Mesmo as grandes cidades possuem locais muito interessantes para serem explorados nos seus arredores. Faça uma pesquisa em um raio de 100km próximos à sua cidade e você pode encontrar boas opções.

O cicloturismo está mais perto de nós do que imaginamos!

3 – Faça treinos técnicos com a bike carregada

... mas com belas paisagens!
Trecho da Estrada Real, que percorri em 2012

Essa é uma dica tanto para o aspecto técnico como físico da sua preparação. Faça pelo menos uma pedalada com a configuração de carga da sua cicloviagem. Dessa forma, você vai conhecer como a bike se comporta estando carregada e evitar surpresas no momento da sua viagem.

Sei que não existe muito sentido em ficar pedalando o tempo todo com uma bike carregada se não vai viajar. Mas você pode experimentar esses pedais técnicos nas pequenas viagens sugeridas no item 2, ou em algum pedal de sua escolha. O importante é saber como a bike se comporta estando carregada.

4 – Procure orientação para os seus treinos

hidratação no ciclismo
A Hidratação durante o treino é fundamental. Foto: 123RF.com

Seguindo as dicas acima você perceberá melhora no seu desempenho. Mas buscar ajuda de profissionais qualificados sempre nos ajuda a melhorar ainda mais. No caso do treinamento, o profissional de Educação Física é a pessoa que poderá te ajudar a pedalar cada vez mais longe e melhor.

Quando for escolher, é importante que esse profissional entenda e conheça o que é o cicloturismo, para poder te auxiliar dentro dos seus objetivos.

Aqui no Até Onde Deu pra Ir de Bicicleta nós oferecemos o serviço de assessoria esportiva. Nele nós orientamos tanto ciclistas que tenham objetivos esportivos, quanto cicloturistas querendo realizar suas viagens de bike de maneira mais segura e prazerosa. No caso da assessoria para cicloturismo, o serviço inclui a elaboração de programas de treinamento dentro das características da sua cicloviagem.

Espero que esse post tenha sido útil. Dúvidas, críticas, comentários e sugestões são sempre bem vindos. Mantenha os treinamentos em dia e aproveite o melhor do cicloturismo 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA