Planejamento no Cicloturismo: 5 coisas que você deve saber para viajar de bicicleta

1
866
seguro de viagem para cicloturistas
Direitos autorais: naumoid / 123RF Imagens

Atualizado em 17/12/2017

Olá amigos queridos que acompanham o Até Onde Deu pra Ir de Bicicleta. Nesse artigo eu vou falar sobre um assunto muito importante, que é o planejamento no cicloturismo.

Quem me acompanha a mais tempo sabe que esse é um assunto sobre o qual aprendi bastante na prática. Todas as viagens de bike que já fiz tiveram uma dose de planejamento envolvido. E a cada viagem vou tentando aprimorar esse conhecimento.

Só que com o passar do tempo e com a experiência de outros estilos de viagem, fui percebendo como melhorar esse planejamento. Cheguei a um modelo de 5 coisas que você deve saber para fazer um bom planejamento no cicloturismo.

Eu apresento esse modelo aqui nesse post. Conto sempre com a contribuição de vocês nos comentários do post, para que possamos deixar esse conteúdo sempre completo e atualizado.

Mas antes de apresentar as 5 coisas importantes, devemos começar com uma pergunta:

Qual a importância do planejamento no cicloturismo?

Cicloturismo na Puglia: o roteiro da cicloviagem
Mapa do plenejamento da minha cicloviagem na Puglia (Itália)

Ou ainda: por que devemos planejar as nossas viagens de bike? A resposta pode parecer óbvia para alguns, mas o que quero mostrar aqui é como o planejamento é a base de uma viagem de cicloturismo.

Mesmo quando a idéia é se lançar de forma autônoma e “não planejar muito”, existe um nível de planejamento básico que é fundamental em toda cicloviagem. Ou seja, toda cicloviagem envolve algum tipo de planejamento. E afirmo isso porque:

A) O Planejamento no cicloturismo serve principalmente para a nossa segurança

seguro de viagem para cicloturistas
Direitos autorais: naumoid / 123RF Imagens

Mesmo que façamos uma atividade com nível considerável de risco (como saltar de paraquedas, mountain bike e é claro, cicloturismo) o nosso objetivo principal é realizá-la com segurança. Realizar uma atividade que gostamos de forma segura é fundamental para queremos repetí-la. Ou seja, a segurança não exclui a aventura e a adrenalina do cicloturismo. Você ainda voltará da sua viagem cheio de histórias e ótimos momentos para sua vida, e para dividir com os amigos e a família.

Aqui no blog temos um post bem completo sobre esse assunto, onde apresentamos 7 dicas de segurança para sua cicloviagem

B) O planejamento no cicloturismo pode evitar ou resolver problemas que podem acabar com a sua cicloviagem

Imagine sair para uma viagem de bike sem o devido conhecimento sobre a rota que você vai fazer? Ou ainda se esquecer de levar alguma ferramenta básica? Nesse caso, um simples imprevisto – como um pneu furado – em um local um pouco mais distante pode se tornar um problema maior.

Então é isso: o planejamento no cicloturismo é importante porque ele é a base da sua cicloviagem. É a espinha dorsal. Ele pode e deve ser modificado de acordo com a realidade apresentada no momento da sua viagem de bike. Mas se saímos sem o mínimo planejamento, não temos um norte a seguir

Vejamos então a minha lista de itens importantes para o planejamento de uma viagem de bicicleta:

Planejamento no Cicloturismo: 5 coisas que você deve saber para viajar de bicicleta

1 – Preparação da bicicleta

O bairro do Salão, em Wenceslau Braz (MG). Foto: André Schetino
Minha bike em Wenceslau Braz (MG): Alforjes traseiros, top rack e bolsa de quadro. Foto: André Schetino

Todos sabemos que a bicicleta para cicloturismo exige alguns acessórios ou adaptações, que podem variar de acordo com a tipo de cicloviagem que você irá realizar. Em linhas gerais, é uma bicicleta que privilegia o conforto na posição corporal, além de acessórios que vão lhe permitir carregar a bagagem necessária.

Veja os principais aspectos na preparação da bicicleta para a sua cicloviagem:

  • Bagageiros: para carregar os alforjes, mochilas, barracas etc. Podem ser traseiros e/ou dianteiros. Dependendo da viagem, outro sistemas podem ser escolhidos, como os trailers e carretinhas.
  • Pneus: escolha o tipo de pneu de acordo com o terreno no qual vai pedalar.
  • Paralamas: na minha opinião, indispensáveis para o conforto do cicloturistas. Você pode não necessariamente pedalar na chuva, mas também pedalar por locais molhados, beira de praia etc;
  • Selim confortável: escolha um modelo apropriado para longas distâncias, que geralmente possuem uma área um pouco maior, além de acolchoamento.
  • Guidão confortável. Se não estiver satisfeito com os modelos tradicionais, uma boa opção é o guidão borboleta, muito utilizado no cicloturismo. Aqui no blog eu fiz um review do Guidão Borboleta Ergotec, que é o modelo que eu já utilizei.

2 – Preparação da carga

planejamento no cicloturismo
Bike carregada durante cicloviagem pela Estrada Real

A preparação da carga é indispensável para um bom planejamento. Você deve ficar atento aos dois aspectos seguintes:

O que levar:

A lista é longa e pode ser ainda maior, dependendo do local da viagem, condições climáticas e do número de dias pedalados. Na sua lista devem estar incluídas roupas, ferramentas básicas, acessórios para bicicleta e em alguns casos.

Checklist de Cicloturismo do Até Onde Deu pra Ir de Bicicleta
Checklist de Cicloturismo do Até Onde Deu pra Ir de Bicicleta

Uma ótima dica é baixar gratuitamente o nosso Checklist de Cicloturismo. Nele apresentamos uma lista completa de materiais para levar em uma cicloviagem, e você ainda pode adicionar seus próprios materiais, modificando a lista de acordo com o seu estilo de viagem.

Como levar:

Depois de decidir tudo o que vai levar, a tarefa seguinte é escolher a melhor forma de transporte. As mais utilizadas no cicloturismo ainda são os alforjes e bolsas de guidão.

Você também pode optar pelas bolsas para bikepacking. Se quiser uma lista mais completa, pode conferir nesse post do blog onde eu listo 10 alternativas para pedalar sem mochila.

Além disso, a principal dica é colocar nos locais de acesso mais difícil (parte de baixo dos alforjes e bolsas) os itens dos quais você vai precisar pouco ou espera não precisar. Deixe por cima e nas bolsas externas os itens dos quais vai precisar com mais frequência.

3 – Conhecimentos básicos de mecânica

ate-onde-deu-pra-ir-de-bicicleta-starwars-pneu

Imprevistos podem acontecer não só em uma cicloviagem, mas mesmo em qualquer passeio de bike pela cidade. Eu sempre indico alguns conhecimentos (bem) básicos que acho legal você saber para realizar uma cicloviagem autônoma. São eles:

  • Remendar e substituir câmara de ar
  • Fazer a regulagem básica de marchas e freios
  • Trocar cabos de freio ou marcha.

Eu indico que você aprenda esses conhecimentos básicos, porque senão você pode ficar na dependência de viajar na companhia de alguém que saiba, ou mesmo deixar de viajar por causa disso. São conhecimentos básicos e que vão te dar mais confiança e autonomia para viajar de bicicleta. E tomara que você nem precise utilizá-los 🙂

Onde aprender sobre conhecimentos básicos sobre mecânica?

Na internet temos muitos material sobre isso, seja em vídeo ou em texto.

4 – Escolha e organização da Hospedagem

 

Guia de Hospedagem para Cicloturistas
Guia de Hospedagem para Cicloturistas

Camping ou hotel? Casa de amigos, hospedagem solidária? Um pouco de cada?

A hospedagem é também um dos pontos centrais do planejamento no cicloturismo. Saber onde vamos ficar, ou pelo menos as opções de hospedagem pelo caminho certamente deixa nossa viagem mais segura. Além disso, pode influenciar inclusive nos materiais que precisamos ou não levar em uma cicloviagem (item número 2 desse post).

Aqui no blog nos temos o Guia de Hospedagem para Cicloturistas (download gratuito). Nele apresentamos os tipos de hospedagem no cicloturismo, além de uma lista nacional de campings, hotéis e pousadas indicadas por cicloturistas experientes que já se hospedaram e foram bem recebidos com suas bicicletas.

5 – Escolha e organização da quilometragem diária a ser pedalada

cicloturismo: quantos km pedalar por dia
Direitos autorais: aaabbbccc / 123RF Imagens

Esse é um ponto que vai depender de várias coisas:

  • Seu perfil de cicloturista: você é uma pessoa que prefere pedalar longas distâncias, ou dividir  a viagem em trecho menores? Uma viagem de 400km, por exemplo, pode ser organizada de diversas maneiras. Para citar apenas duas: em 4 dias (100km por dia) ou no dobro do tempo: 8 dias, 50km por dia.
  • Seu condicionamento físico (ou do grupo, no caso de viagens em grupo): não adianta querer pedalar determinada distância diária, é preciso conseguir cumprir essa distância, estando pronto para as exigências dos dias seguintes.

A distância diária a ser pedalada é algo que aprimoramos a medida em que conhecemos melhor o nosso corpo e nossos limites. A cada cicloviagem vamos aprendendo mais sobre a forma na qual nos sentimos mais confortáveis pedalando, e assim aprendemos a escolher melhor as distâncias.

Se você quiser saber mais sobre o assunto, aqui no blog temos um post muito visitado que dá dicas para você saber quantos km você deve pedalar por dia em uma viagem de bicicleta.

Como dominar o planejamento no cicloturismo e fazer ótimas viagens de bicicleta

cicloturismo em estrada de terra
Eu em cicloviagem por Gonçalves (MG). Estrada de terra batida em ótimo estado. Foto: Marcos Adami.

Essa é a dica final desse post. Como toda atividade, é a experiência que vai nos deixar melhores a cada dia.

Com o passar do tempo e o planejamento de mais viagens, você vai dominar os 5 elementos que apresentei aqui e as viagens de bicicleta se tornarão mais fáceis para você.

Além disso, aproveite todo o conteúdo aqui do blog. Nesse post eu indiquei outros artigos, além de ebooks e outros materiais.

Tem outras dicas? Te convido a compartilhar sua experiência no cicloturismo com as pessoas que buscam mais informações, aqui nos comentário desse post. Um abraço e ótimas pedaladas!

1 COMENTÁRIO

  1. muito bom seu relato do 5 pontos para uma boa viagem de cicloturismo pois vu fazer minha 01 viagem de cicloturismo no próximo de 26 de dezembro vamos de delfino bahia para sento se bahia no 01 trecho que dar 167km queremos fazer em 02 dias e vamos descansar em remanso bahia mais 02 dias ai vamos para são Raimundo nonato no PI mais um dia de giro 97km vamos conhecer a serra da capivara e já estamos se planejando para essa 01 de varias aventura de bike e vamos usar suas dicas

DEIXE UMA RESPOSTA