3 erros no treinamento do ciclismo (e como evitá-los)

0
407
Direitos autorais: 36clicks / 123RF Imagens

Treinar ciclismo de uma forma regular nos permite ter uma boa visão da nossa evolução pessoal do desempenho nesse esporte.

Lembra dos seus primeiros dias de pedal? Se você treinou com regularidade, provavelmente percebeu uma rápida melhora em um curto período de tempo.

Junto com essa melhora vem também alguns desafios. Se no começo melhoramos muito e em pouco tempo, com o passar do tempo precisamos de um esforço maior para uma melhora pequena. É um processo de toda modalidade esportiva, à medida que levamos nosso corpo a um alto nível de desempenho.

Se você continua pedalando e está sentindo dificuldades de melhorar o seu desempenho na bike, deve avaliar como está o seu treinamento.

No post de hoje eu trouxe 3 erros no treinamento do ciclismo que podem estar atrapalhando o seu desempenho na modalidade. Você pode avaliar como está o seu comportamento com relação a esses erros e acompanhar as dicas que dou para resolvê-los.

3 erros no treinamento do ciclismo

erros no treinamento do ciclismo
Direitos autorais: gilitukha / 123RF Imagens

Separamos nesta lista os erros no treinamento do ciclismo mais comuns. Se você atentar para os 3 tópicos a seguir, poderá evitá-los e vai perceber uma melhora significativa no seu desempenho com a bicicleta. Vamos então à eles:

1º erro no treinamento do ciclismo: má alimentação

Direitos autorais: grafner / 123RF Imagens

Tem um ditado que diz que “o cavalo anda o que o cavalo come”. E nós podemos adaptar para “o ciclista pedala o que o ciclista come”.

Lembro que nos meus primeiros pedais de longa distância errei bastante na alimentação. Como consequência, em alguns momentos do pedal eu “quebrei”, ficando sem força, apesar de sentir que poderia render mais fisicamente.

Devemos prestar atenção ao que estamos ingerindo antes, durante e depois dos treinos. Isso porque a qualidade (e não só a quantidade!) da sua alimentação vai influenciar diretamente no seu desempenho nos pedais.

Dicas para alimentação no ciclismo

A melhor dica que posso dar é procurar um nutricionista, de preferência especialista em nutrição esportiva. Ele vai conhecer toda a sua rotina e prescrever a dieta ideal para o seu desenvolvimento nos pedais.

Aqui no blog também temos bons artigos sobre alimentação no ciclismo, escritos pelo time de nutricionistas da Natue. É só clicar no link e conferir.

2º erro no treinamento do ciclismo: dormir pouco

Direitos autorais: fxquadro / 123RF Imagens

Aí está um erro cometido por muitos. Quantas vezes marcamos aquele pedal as 6 da manhã e vamos dormir depois da meia-noite?

Muitas vezes nossa rotina de trabalho e compromissos não permite que tenhamos as 8 horas de sono recomendadas para garantir o bom desempenho do organismo (não só no ciclismo). Lembrando que as 8 horas são uma recomendação geral, e esse tempo pode variar um pouco de pessoa para pessoa.

Mas o fato é: se você sair para um pedal bem descansado, seu desempenho será melhor. Pra mim, é nítida a diferença em fazer um pedal de pois de 6, 7, ou 8 ou mais horas de sono. O corpo está mais disposto e ainda sinto que recupero melhor após o pedal.

Dicas para acertar o sono antes do pedal

Aí não tem muito o que inventar. É tentar garantir as 8 horas de sono bem dormidas antes do pedal. Eu faço isso e quase sempre consigo 🙂

Se vou acordar as às 5 da manhã, 9 da noite estou na cama. Claro que dormir tão cedo nem sempre é fácil. Aí tento forçar mesmo. Luzes apagadas, cortinas fechadas, e contando carneiri… digo,  as bicicletinhas pro pedal do dia seguinte.

3º erro no treinamento do ciclismo: treinar demais

erros no treinamento do ciclismo
Direitos autorais: 36clicks / 123RF Imagens

Deixei por último o que talvez seja o erro que mais percebo entre ciclistas conhecidos, além de já ter acontecido comigo. É muito comum perdemos desempenho no ciclismo por excesso de treino.

Esse processo é bastante estudado dentro da área do treinamento esportivo e é denominado overtraining. Você pode saber mais no nosso artigo especial sobre overtraining no ciclismo.

As vezes ficamos muito presos a uma determinada quantidade de kms que deve ser pedalada, metas de quilometragem a serem batidas. Ou, em outros casos, queremos pedalar sempre a 100, 110% de esforço. E uma hora o corpo cobra a conta.

O resultado do overtraining pode ser a queda brusca do desempenho, e em casos mais extremos, lesões musculares e/ou articulares. Isso ocorre porque não respeitamos a progressão do treinamento, e nem mesmo o tempo de descanso necessário para recuperação da musculatura antes de um novo estímulo.

Dicas para encontrar a quantidade ideal de treino pra você

Direitos autorais: auremar / 123RF Imagens

Aqui mais uma vez é o momento de buscar os serviços de um especialista: o profissional de Educação Física.

O profissional de Educação Física é quem vai prescrever seus treinos, ajustando o volume e  a intensidade deles de acordo com sua rotina e seus objetivos dentro do ciclismo.

Quem treina de forma orientada sabe a diferença positiva que isso faz no desempenho no ciclismo.

Dicas finais

Espero que esse post tenha te ajudado a identificar alguns erros no treinamento do ciclismo mais comuns. Se você já treina há algum tempo e tem sentido dificuldades em melhorar, é legal prestar atenção em alguns desses tópicos mostrados no post.

Em breve teremos mais artigos sobre treinamento no ciclismo. Se quiser ficar ligado nas novidades basta assinar o nosso Boletim Mensal pra não perder nenhuma novidade.

DEIXE UMA RESPOSTA